Manaus – O Amazonas vai ganhar novos programas de pós-graduação para formação de mestres e doutores. A novidade é uma das ações previstas no convênio de cooperação técnica firmado entre a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFJR). A parceria, com duração de cinco anos, foi assinada nesta segunda-feira (17 de fevereiro), pelo vice-governador do Amazonas, José Melo.

O convênio de cooperação mútua prevê a criação de novos programas de pós-graduação e a qualificação de cerca de 300 professores do quadro de docentes da UEA. Com isso, a instituição deve ampliar dos atuais 20% para 50% a quantidade de professores em serviço com titulação de mestrado e doutorado. A cooperação engloba a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e vai beneficiar também grupos de pesquisa em atuação no Estado.
Segundo o vice-governador do Amazonas, além da melhoria da qualidade de ensino, a prioridade é desenvolver trabalhos que estimulem a geração de emprego e renda a partir de recursos naturais. Nesse sentido, a expectativa é potencializar o setor pesqueiro, a indústria gás-química e petroquímica, farmacopeia e cosméticos, conforme afirmou José Melo. “Vai servir como base para as pesquisas que virão por aí, necessárias para que a gente possa alcançar o nível de conhecimento da nossa biodiversidade que seja capaz de transformar. Esse conhecimento vai permitir se embrenhar nessa floresta imensa e daí tirar produtos que gerem emprego e renda para o nosso povo”, pontuou.
Meta – As áreas de engenharia, saúde, artes, direito e as licenciaturas são o foco da parceria. Foram seis meses de negociação. Agora, o grupo de trabalho da UFRJ inicia a prospecção na UEA para aprofundar os conhecimentos e começar a desenhar modelos de pós-graduação de mestrado e doutorado. “A meta é potencializar a formação de mestres e doutores, ampliar a titulação dos docentes da UEA para 50% de doutores em cinco anos. A meta é ambiciosa, mas factível e, naturalmente, buscamos apoio de uma Universidade com alta tradição no país em formação”, destacou o reitor da UEA, Cleinaldo Costa.
Os cursos ocorrerão em Manaus e no Rio de Janeiro. De acordo com o reitor da UFRJ, Carlos Levi da Conceição, saúde e engenharia serão as primeiras áreas contempladas com o convênio. “Temos todo o interesse nessa parceria porque fortalece também as possibilidades das nossas pesquisas se ampliarem, angariando novas áreas com a diversidade de temas que tem aqui na região amazônica. Estamos muito entusiasmados e certos que teremos desdobramentos bastante completos em relação ao nosso trabalho”, disse.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …