FOTOS: CHICO BATATA/AGECOM
Manaus – O governador Omar Aziz assinou na manhã desta segunda-feira, 17 de março, um acordo de cooperação técnica para implantação da Sala Cirúrgica Inteligente na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), que vai permitir a realização de cirurgias minimamente invasivas naquela unidade hospitalar. Além da FCecon, o acordo, que envolve investimentos de R$ 3.150.505,20, abrange as principais instituições de ensino e pesquisa do Governo do Estado – Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-AM), Fundação de Amparo de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Durante a assinatura do convênio, que contou com a presença da presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), a primeira-dama Nejmi Jomaa Aziz, do vice-governador, José Melo, e do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além dos gestores das instituições envolvidas, o governador destacou o grande alcance do investimento que está sendo feito para montar a sala cirúrgica, em relação ao seu custo-benefício. “São investimentos pequenos, mas que beneficiam muitas pessoas. Esse tipo de cirurgia é rápida e possibilita também uma recuperação rápida. Isso é bom, porque permite uma rotatividade maior de pacientes no hospital nos ajudando a melhorar nossa resolutividade”, disse Omar Aziz, ao ressaltar que a tecnologia deve ser implantada nas outras unidades hospitalares do Estado.
“Para nós, a implantação desta sala significa confiança do Governo do Estado e das instituições parceiras na potencialidade da Fundação Cecon, além de nos ajudar na nossa missão junto à população que precisa dos nossos serviços”, afirmou o diretor-presidente da FCecon, Edson Oliveira Andrade. De acordo com ele, as áreas abrangidas no projeto são urologia, cirurgia oncológica, ginecologia, cirurgia toráxica, neurocirurgia, ortopedia e enfermagem.
Ele também destacou a eficiência das cirurgias pouco invasivas, que, além de trazerem o mínimo de dano, permitem uma recuperação rápida, proporcionam qualidade de vida ao paciente e, ainda, economia de recursos por reduzir o tempo de internação. Segundo Edson Andrade, após a assinatura do acordo, será aberta a licitação para a compra de equipamentos importados para a implantação da sala ainda este ano.
A presidente da Fapeam, Maria Olívia Simão, observou que o projeto da Sala Cirúrgica Inteligente cria também o primeiro núcleo de pesquisa e cirurgia nesse campo da região Norte, destinado a formar mão-de-obra especializada para utilização desta tecnologia em outros hospitais do Estado. Além disso, o espaço vai elevar o nível de formação médica e proporcionar pesquisas de ponta na área de cirurgia minimamente invasiva, destacando o Amazonas no cenário científico nacional e internacional.
O secretário da Secti-AM, Odenildo Sena, destacou o tipo de parceria, que envolveu as diversas instituições do Estado, o que, segundo ele, abre novas possibilidades no campo da pesquisa em medicina no Amazonas. Posteriormente, a implantação da Sala Cirúrgica Inteligente irá possibilitar também a criação de um núcleo de cirurgia robótica, que será o primeiro do Norte e Nordeste do Brasil. Do total de investimentos a serem aplicados na sala Cirúrgica Inteligente, R$ 1.291.438,00 são da Fapeam e R$ 1.859.067,20 da UEA.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Load More Related Articles
Load More In Amazonas

Deixe uma resposta

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…