O curso de agente turístico terá 175 horas aula e segue até maio

Foto: Roberto Carlos – Agecom
Mais de 200 jovens na faixa etária de 18 a 29 anos iniciaram nesta sexta-feira, 21 de março, o curso de formação de agentes turísticos que irão atuar nos hotéis de Manaus prestando informações e esclarecimentos dos pontos turísticos da região para os visitantes que vierem a Manaus para prestigiarem os jogos da Copa do Mundo, em junho.

O projeto é uma iniciativa da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), responsável pela parte acadêmica do projeto, com apoio da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), responsável pelo custeio da bolsa dos alunos participantes, no valor de R$ 400, mais vale-transporte e alimentação.
De acordo com a presidente da Amazonastur, Oreni Braga, o projeto é resultado da experiência das equipes do órgão que vivenciaram a Copa do Mundo na África. “Durante nossa vivência na África nós identificamos brechas nesse sentido, muitos hotéis não tinham muita informação turística das cidades-sede, ou seja, a África se vendeu como Copa do Mundo, mas não se vendeu como destino turístico”, avaliou Oreni.
O curso de agente turístico terá 175 horas aula e segue até maio. A maioria dos jovens selecionados pelo projeto é estudante universitário, com conhecimento em algum idioma. Diferentemente do modelo de voluntariado preconizado pela FIFA, os participantes recebem uma bolsa auxílio (R$ 400), vale transporte e alimentação. A Amazonastur também será responsável em firmar as parcerias com os hotéis credenciados para oferecer o serviço desses agentes.
Para a estudante de enfermagem, Juliana Fabrício, o projeto vem como uma oportunidade para ela expandir seus conhecimentos. “Isso aqui abre novas portas, além da possibilidade de está aprendendo algo novo sobre a nossa cultura e sobre a cultura dos países que nós esperamos que venham nos visitar”, disse a estudante.
O calouro do curso de sistema de informações da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Lucas Maquiné, avaliou tanto os ganhos pessoais como os coletivos. “A expectativa são as melhores porque esse serviço, além de cativar o turista, favorece ganhos para a economia”, comentou.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte. www.jornaldehumaita.com.br
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Crescimento do PIB confirma acerto das reformas

A revisão da estimativa oficial de crescimento do PIB brasileiro, para 1,1% em 2017 e 3% e…