Manaus – O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), órgão oficial de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) do Estado, comemora 18 anos de existência e promoverá, na próxima terça-feira, 18 de março, uma solenidade alusiva para comemorar a trajetória de bons serviços prestados ao setor primário. O evento acontece às 10h, no auditório Studio 5 Centro de Convenções (avenida General Rodrigo Octávio, nº 3.555, Distrito Industrial, zona sul).

Na ocasião, os ex-presidentes do Idam serão homenageados e receberão placa de reconhecimento pelos serviços prestados durante o período em que estiveram à frente da Instituição. Entre os agraciados está o vice-governador do Amazonas, José Melo, que presidiu o órgão de 20 de março de 2000 a 4 de abril de 2002.
Será inaugurada a galeria de presidentes que contribuíram para a melhoria dos serviços de Ater prestados pelo Idam ao longo de sua história. A solenidade pretende reunir os gerentes das 66 Unidades Locais do Idam que, juntamente com as equipes técnicas, administrativas do escritório central e instituições parceiras, tornam possível à ação da Extensão Rural no Amazonas.
Atendimentos – Vinculado à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), o Idam atende aproximadamente 95 mil beneficiários e 2.010 comunidades rurais, sendo que 94% desse público são agricultores familiares. “É gratificante saber que o setor primário no Amazonas tem avançado, e que as políticas públicas estão chegando aos lugares mais distantes proporcionando ao pequeno e médio agricultor, melhores condições de trabalho no campo, como também o desenvolvimento rural sustentável”, disse o diretor-presidente do Idam, Edimar Vizolli.
Setor primário – Nos últimos dez anos o serviço de Ater no Amazonas alcançou importantes conquistas que tem possibilitado as famílias rurais o acesso às novas tecnologias da agricultura familiar. Além disso, a construção de um Sistema Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural por parte do Governo Federal e a decisão de criar a Anater foram passos fundamentais para o fortalecimento da estrutura do serviço de Extensão Rural.
Assistência técnica – É um serviço de educação não formal de caráter continuado no meio rural que promove processos de gestão, produção, beneficiamento e comercialização das atividades agropecuárias, não agropecuárias, agroextrativistas, florestais e artesanais. A Ater iniciou na década de 40, assegurada pela Constituição Federal de 1988. O serviço é garantido aos pequenos e médios agricultores/produtores rurais no sentido de atender as necessidades da agricultura familiar e manter a permanência e a subsistência do homem no campo.
No Amazonas, o serviço de Ater está presente há 48 anos. Iniciou com a criação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Amazonas (Acar), em 1977, com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Amazonas (Emater), onde em 1993 passou para Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Amazonas. Em 18 de março de 1996, foi criado o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), sendo incorporado a sua estrutura, em 2007, à Agência de Florestas e Negócios Sustentáveis do Estado, desenvolvendo dessa forma atividades de extensão florestal.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Sargento Bentes Papinha cobra mais segurança nas escolas

Na manhã desta sexta-feira (15), o vereador Sargento Bentes Papinha reuniu-se com diretore…