Foto: Chico Batata


Manaus. Teve início nesta quarta-feira, dia 19 de março, em Manaus, a 14ª Reunião da Câmara Temática da Saúde para a Copa do Mundo da FIFA de 2014. O evento, que se estende ate sexta-feira, 21 de março, é coordenado pelo Ministério da Saúde em parceria com o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus e trata sobre as estratégias de saúde que serão adotadas nas 12 cidades-sede do mundial que acontece no Brasil entre junho e julho deste ano.


O evento de abertura foi realizado no Salão Solimões do Centro Cultural Palácio Rio Negro, no Centro, com a presença do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim,  do secretário municipal da pasta,  Evandro Melo, além de representantes do Ministério da Saúde, da Fundação Nacional de Saúde,  dos coordenadores e técnicos das Câmaras Temáticas de Saúde das 12 cidades que sediarão os jogos.

De acordo com o presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Estado do Amazonas,  Bernardino Albuquerque,  que coordena a Câmara Temática no âmbito do Estado, esta é a última reunião sobre o tema que já foi discutido nas outras 11 sedes. “Nesses três dias vamos trabalhar a questão relacionada ao preparo das cidades na área de saúde. Vamos apresentar como nos evoluímos desde 2011 quando construímos um grupo integrado e o que precisaremos reforçar ate o mês de junho”.
O secretário executivo do Ministério da Saúde, Adail Rolo, destacou que os assuntos estão sendo tratados em alguns eixos específicos – da prevenção às doenças transmissíveis,  da assistência em saúde propriamente dita e o eixo da comunicação com o intuito de alertar a população e, principalmente, aos turistas sobre os cuidados que devem ser tomados.
Definição de diretrizes – Com o objetivo de preparar o sistema de saúde brasileiro para o período da Copa, o Governo Federal instalou a Câmara Temática de Saúde, que se reúne periodicamente com representações dos municípios e estados das 12 cidades-sede. A intenção é promover a coordenação nacional da preparação das ações de saúde para o evento, com a definição de diretrizes organizacionais, apoio à elaboração de projetos e acompanhamento da execução das ações.
Durante o evento o Governo do Estado vai apresentar tudo o que tem sido feito e investido no setor da saúde visando a realização do Mundial. Bernardino Albuquerque ressalta que o evento não trata apenas da apresentação do plano de ação de Manaus como cidade-sede, mas também o enfrentamento em todos os eixos importantes da saúde.
“A programação inclui assuntos como a vigilância e resposta às principais doenças transmissíveis; plano operativo da saúde nas arenas; planos de emergência nos hospitais; comunicação, comando e controle em eventos de massa; atenção em saúde ao viajante; e panorama geral das ações de vigilância sanitária, entre outros”, explica Albuquerque.
Rede de urgência e emergência – Segundo o Ministério da Saúde, com a realização da Copa do Mundo de 2014 está previsto que o país receba em torno de 600 mil turistas estrangeiros e que três milhões de brasileiros se desloquem entre as 12 cidades-sede e demais polos turísticos do país. Para isso, o governo vem trabalhando em ações previstas de aprimoramento da infraestrutura da rede assistencial de urgência e emergência (PS, UPA, hospitais, Samu e centrais de regulação).
Também está sendo discutida a elaboração de plano para organização do funcionamento dessas estruturas durante o período do evento e a qualificação dos serviços de saúde para atendimento aos turistas, com produção de materiais bilíngues e qualificação profissional.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
www.jornaldehumaita.com.br
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …