Transbordamento do Rio Madeira em Humaitá-AM
A enchente no rio Madeira e a suspeita de que esta esteja relacionada à construção da Hidrelétrica de Santo Antônio foi o tema do discurso do deputado estadual Sidney Leite (PROS), durante a Sessão Ordinária desta terça-feira (18) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Segundo o parlamentar, a atual enchente do rio Madeira “destoa da realidade da Bacia Amazônica” e existem pesquisadores que acreditam que o aumento da área inundada é fruto do significativo represamento das águas na hidrelétrica e sua consequente evaporação. Somado a isto, o deputado afirma que ocorreram falhas no estudo de impacto ambiental, que teria se voltado apenas às consequências no Estado de Rondônia.
“Por isto estou requerendo, e peço a ajuda da Mesa Diretora (da Assembleia Legislativa) para que acione o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para que tome providencias emergenciais no sentido de barrar e punir os danos ambientais causados dentro do Estado, que estão nesse momento prejudicando inúmeras famílias, trabalhadores e crianças. Só na calha do Madeira, nós temos uma quantidade não menor de 12 mil crianças fora da sala de aula”, contou.
Sidney Leite disse que também solicitou à Mesa Diretora da Assembleia que tome providências junto ao Governo do Estado em função dos danos causados a áreas pertencentes ao Amazonas. “Este consórcio está invadindo nosso patrimônio, que é a área territorial do Estado do Amazonas, e que não é competência isolada do IBGE para reconhecer este trabalho de altimetria do consorcio da hidrelétrica de Santo Antônio. Que a Procuradoria Geral do Estado tome providências até para que o Governo do Amazonas possa fazer resguardar o interesse e a soberania do povo do Amazonas e que esses estudos de impacto ambiental possam ser revistos”, disse.
O parlamentar informou ainda que pediu ajuda da Procuradoria da Assembleia Legislativa para que a Casa possa entrar com uma Ação Popular junto ao Ministério Público Federal (MPF), para que este paralise a obra até que o licenciamento ambiental e o estudo de impacto ambiental possam ser realizados dentro do território amazonense.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
www.jornaldehumaita.com.br
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Movimento Transparência Partidária entregam petição para Gilmar Mendes

O Movimento Transparência Partidária em parceria com outras 18 organizações entregou esta …