Segundo moradores o jacaré rondava a comunidade

A foto acima mostra o rabo do jacaré-açu
Foto: jornaldehumaita.com

Humaitá-Am. Um jacaré de aproximadamente 4 metros foi morto por moradores da comunidade de São Miguel na zona rural de Humaitá. A comunidade fica a poucos minutos por via fluvial da sede do município. Segundo os moradores locais, o jacaré -Açu  rondava nas proximidades de uma balsa usada por famílias desabrigadas das enchentes no rio madeira. Indagados com o que faria com o corpo do animal disseram que ” o jacaré e cardápio regional e alimentaria todos ali presente, que apreciam a culinária local.”
Comunidade de São Miguel,  local onde foi capturado o jacaré  de 4 metros.

O jacaré-açu (Melanosuchus niger) é uma espécie de jacaré exclusiva da América do Sul. Também conhecido como jacaré-negro, é um predador de topo de cadeia alimentar. Exemplares adultos de grandes dimensões podem predar qualquer animal de seu habitat, inclusive outros predadores de topo, como onças, pumas, jiboias e sucuris, se forem surpreendidos por esses animais.

Normalmente, se alimenta de pequenos animais, como tartarugas, peixes, capivaras e veados. É uma espécie que esteve à beira da extinção, devido ao valor comercial do seu couro de cor negra e da sua carne. Atualmente, encontra-se protegido e sua população encontra-se estável no Brasil. É a maior espécie de jacaré, podendo atingir até 6 metros de comprimento e mais de trezentos quilogramas. Porém já foram encontrados exemplares com mais de 6,5 metros de comprimento e possivelmente meia tonelada de peso. Vive no Bioma Amazônico, e há exemplares em zoológicos. Há um tipo que se chama jacaré-açu-do-papo-amarelo, caracterizado pelo seu focinho amarelado.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte. www.jornaldehumaita.com.br

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Crescimento do PIB confirma acerto das reformas

A revisão da estimativa oficial de crescimento do PIB brasileiro, para 1,1% em 2017 e 3% e…