O presidente dos EUA exortou segunda-feira o seu homólogo russo a exercer pressão sobre grupos russos para depor as armas na Ucrânia.

Fotografia Ref: Barack Obama e Vladimir Putin / Banco de arquivo.

O presidente Barack Obama chamou hoje o presidente russo, Vladimir Putin, em uma conversa telefônica que “usar a sua influência” para conter os grupos pró-russos responsáveis ​​pela filmagem violenta de prédios do governo no leste da Ucrânia.

“O presidente enfatizou que todas as forças irregulares na Ucrânia tem que depor as armas, e pediu ao presidente Putin de usar sua influência com os grupos armados pró-russos para convencê-los a deixar suas construções que tomaram”, disse a Casa Branca hoje uma declaração, que disse que a conversa telefônica ocorreu por iniciativa do presidente russo.
Obama também se mudou para Putin “profunda preocupação” com o “apoio” de ações do governo russo “grupos separatistas pró-russas que ameaçam desestabilizar e enfraquecer o governo da Ucrânia.”
Finalmente, Obama sentiu que “o crescente isolamento da cena política e econômica da Rússia é o resultado de suas ações na Ucrânia e observou que a Rússia já sofrendo custo certamente aumentará se ele continuou” dessa forma.
Mais cedo, o Kremlin declarou que “em resposta a preocupações expressas pelo presidente dos EUA em relação a uma suposta interferência russa na Ucrânia Sudeste, o presidente russo ressaltou que tais especulações foram baseados em informações infundadas.”
Uma reunião entre a Rússia, EUA, Ucrânia ea União Europeia será realizada em Genebra na quinta-feira.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
www.jornaldehumaita.com.br

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Celebridades

Leia mais

Brasil conquista pela primeira vez prêmio no Forbes Travel Guide

Belmond Hotel das Cataratas, localizado Parque Nacional do Iguaçu é o primeiro da América …