A equipe foi formada pelos Policiais Militar soldados IZÍDIO FERREIRA, NEIL, WESISCLAY e o Investigador da Policial Civil DANIEL.

Por: Jose Rodrigues

Foto: José Rodrigues – Lábrea -AM.

Lábrea. Por volta das 10h00min horas do dia 09/04/2014 a equipe de inteligência da 4ª CIPM, foi acionada pelo Tenente LAURÊNIO SANTOS, comandante da 4ª CIPM, informando que o Delegado da 6ª DIPCL, Dr. BRUNO DE PAULA FRAGA, solicitou apoio da Policia Militar para prender o nacional JOSÉ CARLOS UCHÔA DO NASCIMENTO, 20 anos, vulgo “ZÉ CARLOS”, que era suspeito de ter cometido vários furtos a residência na cidade e havia se evadido para a comunidade rural denominada Laranjeira no Rio Purus.

A comunidade fica em um lugar distante na margem direita do Rio Purus e foi organizada uma operação utilizando uma lancha para prender o acusado.
A equipe foi formada pelos Policiais Militar soldados IZÍDIO FERREIRA, NEIL, WESISCLAY e o Investigador da Policial Civil DANIEL, que por volta das 13:00 horas foi feito deslocamento até a comunidade Laranjeira e no local o acusado, ZÉ CARLOS, foi encontrado, detido e conduzido para a área urbana de Lábrea.
Foto: José Rodrigues – Lábrea -AM.

Ele assumiu a autoria de um furto a residência, onde ele e um comparsa furtaram uma televisão de 42 polegadas do trapiche Beira Mar. ZÉ CARLOS informou que seu cúmplice no furto era o nacional FRANCISCO SALVADOR TAVARES, 26 anos, vulgo “MANDIM”, um criminoso bastante conhecido da policia, porém ele informou que MANDIM já havia vendido a televisão de 42 polegadas por R$ 400,00, para um rapaz que ele não conhecia.

Foi feito deslocamento até a residência de MANDIM e a guarnição fez a detenção dele, que informou o local onde vendera o televisor. O local informado era a residência dos nacionais JESUS e RAILQUE, dois rapazes investigados e acusados de revenderem entorpecente para o nacional SEBASTIÃO, vulgo “ZOME” que é acusado de fazer parte de uma quadrilha de tráfico de entorpecente interestadual e de ser o homem que faz entregas de entorpecentes em uma motocicleta FAN, cor preta, placa JXG 3971, nas bocas de fumo e que faz a coleta do dinheiro arrecadado pelo esquema criminoso e o repassa para o chefe da quadrilha em Porto Velho – RO.
De posse das informações a equipe foi até a residência informada e fez um cerco no local. O soldado IZÍDIO viu os nacionais MANOEL DE JESUS XAVIER DA SILVA, vulgo “JESUS”, SEBATIÃO NONATO DA SILVA, vulgo “ZOME”, SEVERINO LEOCÁDIO NONATO DA SILVA, e RAILQUE PEREIRA DA SILVA, vulgo “RAILQUE” em um quarto da residência.
A equipe entrou na residência e surpreendeu os acusados no quarto onde estava a televisão produto de furto, uma grande quantidade de recortes de sacolas plásticas cor verde e cor branca, típicas de quem estava confeccionando entorpecente e um prato e uma colher com resquícios e cheiro típico de derivado de cocaína.
JESUS saiu da casa e logo depois retornou ao local, possivelmente ele levou consigo parte do entorpecente enrolado. Foi feito buscas pela residência e foi encontrado no quarto de RAILQUE 54 (Cinquenta e quatro) trouxinhas e 03 (três) pedras de material supostamente entorpecente derivado de cocaína, e com ZOME a quantia de R$ 67, 00 (sessenta e sete reais) em sua carteira porta cédulas e com o nacional LEOCÁDIO a quantia de R$ 1.200,00 (Mil e Duzentos reais) escondidos em sua cueca.
Foto: José Rodrigues – Lábrea -AM.

RAILQUE, LEOCÁDIO, JESUS e ZOME receberam voz de prisão por trafico e RAILQUE também recebeu voz de prisão por receptação de furto. Foi acionada a guarnição de serviço e o tenente LAURÊNIO, para acompanhar a ocorrência.

A equipe diligenciou até a residência de ZOME e no local foi encontrado mais um pedaço de pedra de Oxí, em uma sacola branca, R$ 3.333,00 (três mil trezentos e trinta e três mil reais) provavelmente dinheiro da venda de entorpecente, uma espingarda com a numeração não identificável, vários papeis com anotações, cinco cartuchos sendo dois recarregados e três deflagrados, um relógio marca CHAMPION, um relógio cor prata, uma carteira porta cédulas com documentos, um cordão cor prata, uma pulseira cor prata, um cordão cor prata e amarelo, uma máquina fotográfica marca LUMIX e três celulares, sendo que todos os objetos citados, entorpecente e dinheiro foram apreendidos e apresentados junto com os acusados na 6ª DIPCL ao carcereiro Edivaldo. Os acusados estavam sem hematomas e sem escoriações e ficarão à disposição da Justiça.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
www.jornaldehumaita.com.br

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Concurso

Deixe uma resposta

Check Also

O Natal, crise de ansiedade e depressão

Você sabia que aumenta a incidência de casos de crise de ansiedade ou mesmo de depressão c…