autoistaManaus – Nesta sexta-feira, 1º de abril, o Governo do Amazonas irá realizar a ação de cidadania intitulada “Arena Azul – Autismo e Cidadania”. A partir das 7h, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), fará panfletagem de sensibilização no cruzamento das avenidas Constantino Nery e Pedro Teixeira, no bairro Flores, abordando motoristas, passageiros de ônibus e táxis e pedestres sobre o transtorno do espectro autista (TEA). Na ocasião, será apresentada a cartilha sobre TEA, produzida pelos técnicos do Departamento de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Seped.

A atividade integra a programação da ação de cidadania que será realizada na Arena da Amazônia (avenida Constantino, s/nº bairro Flores, zona centro-oeste), sob a coordenação da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), em parceria com a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e Fundo de Promoção Social (FPS).

O evento também conta com o apoio da Prefeitura de Manaus, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Departamento de DST/Aids da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), e do Instituto Embeleze.

A ação de cidadania é alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, que é comemorado no dia 2 de abril.

Sensibilização – A intenção do Governo do Estado é informar a população sobre o autismo, transtorno que compromete as habilidades de comunicação e interação social, promover uma programação especial para as pessoas com autismo, além de proporcionar momentos de interação entre os participantes.

Haverá uma estação com atividades desenvolvidas no Programa Atividades Motoras que visam proporcionar atividades lúdicas, pedagógicas e de educação física para pessoas com deficiência a partir de 2 anos de idade, além da  distribuição da cartilha sobre TEA.

Segundo a secretária da Sejusc, Graça Prola, o evento vai propiciar às pessoas com autismo e seus familiares momentos de interação, informação, lazer e inclusão, além de dar visibilidade à sociedade sobre essa deficiência. “Queremos informar a população sobre o assunto. Sabemos que os autistas ainda sofrem preconceito e dificuldades no dia a dia, seja em casa ou na escola, por exemplo, e que os pais precisam de orientação”.

Para o secretário da Sejel, Fabrício Lima, ações como esta são fundamentais para sanar o preconceito e combater o isolamento. “Apesar da evolução e da facilidade à informação, algumas famílias até hoje afastam suas crianças e não permitem a socialização, causando transtornos profundo às mesmas. Ações como essa vão ao encontro dessas famílias, para que elas possam se sentir à vontade e acolhidas. Nosso objetivo é contribuir para a inclusão social, cultural, educacional e com a qualidade de vida dos autistas”, afirmou Lima.

Segundo a secretária da Seped, Vânia Suely, o evento vai proporcionar momentos de convivência, interação e inclusão das pessoas com deficiência. “Nossa missão é fazer essas pessoas felizes. Nosso governador e nossa primeira-dama são muitos sensibilizados por essa causa nobre”, afirmou.

autistaAtividades lúdicas e esportivas – A Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) programou diversas atividades para as crianças e os pais. A primeira ação recreativa será uma visita técnica na parte inferior da Arena da Amazônia, como os vestiários, área de banco de reservas e arquibancada. Logo em seguida, haverá a “Corridinha Maratoninha do Autista”, com 20 metros de distância. Depois, todas as crianças ficarão reunidas no centro do campo para soltar balões azuis, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, comemorado no dia 2 de abril.

No seguinte momento, as crianças irão se dirigir à área pódio da Arena e lá serão realizados circuitos psicomotores, atividades lúdicas e esportivas, como aulas de capoeira, de jiu-jítsu, zumba, pula-pula, escorregador, desenho, pintura no rosto e peças teatrais.

“Todas essas atividades estimulam as crianças positivamente, elas se sentem acolhidas, pois será um evento para os autistas e suas famílias. Um momento de interação, descontração e de levar informação também, pois ainda hoje existem muitas pessoas que nutrem o preconceito, que não entendem a importância do esporte na vida desses meninos e meninas e que tratam com indiferença os que tanto necessitam ser incluídos e amados”, disse um dos organizadores do evento e profissional de Educação Física, Sonny Ferreira.

As crianças e suas respectivas famílias foram previamente convidadas pela Associação Superando Limites, mas quem desejar participar, terá uma recepção calorosa dos organizadores.

Benefício – O autismo é uma síndrome resultante de uma desordem neurológica que afeta o funcionamento do cérebro e o desenvolvimento nas áreas de interação social e habilidades de comunicação. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), no mundo todo há 70 milhões de pessoas com autismo. No Brasil, a estimativa é de dois milhões.

Segundo a profissional de Educação Física, Shirley Amaral, as atividades esportivas proporcionam a melhora do relacionamento daqueles que têm a síndrome, aprimorando a força, a agilidade, a coordenação motora, o equilíbrio, estimulando a fala e o repertório motor. A criança que é tratada com esporte e atividades lúdicas e não somente com medicamentos, pode ter uma evolução mais rápida e humana.

“O esporte têm um valor fisiológico, porque contribui para o desenvolvimento do desempenho deles, melhorando a autoestima. O desporto dá a possibilidade de demonstrar à sociedade não somente a evolução, mas as qualidades de quem tem o autismo”, afirmou Shirley, que em Manaus coordena os Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), voltado para Pessoas com Deficiência (PCDs), entre eles os autistas.

Atendimento à população em geral – Paralelamente ao evento, a Arena da Amazônia também vai oferecer das 8h às 16h, diversos atendimentos ao público, como emissão de documentos (Certidão de Nascimento, RG, CPF e Carteira de Trabalho); consultas odontológicas (avaliação, aplicação de flúor e limpeza) e oftalmológica (teste de visão); orientação e teste rápido de HIV/Aids; realização do Cadastro Único para Programas do Governo Federal; atendimento às mulheres em situação de violência (orientações gerais e jurídicas, encaminhamentos e roda de conversa); orientações jurídicas da Defensoria Pública do Estado e agendamento do INSS; embelezamento (corte de cabelo, penteados e maquiagem) e distribuição de mudas de plantas.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Governo
Comments are closed.

Leia mais

Saiba o que muda com o desligamento do sinal analógico de TV

Sinal será desligado na região de Manaus em 30/5, mas o sinal digital já está disponível e…