De acordo com informações do tenente Janderson Lopes, responsável pela assessoria de comunicação do Corpo do Bombeiros do Amazonas, no momento da troca dos cilindros uma válvula foi rompida, causando a explosão que gerou o incêndio no veículo de grande porte.

Cilindro-explodiu-em-manausUma falha em um grande cilindro de gás provocou a explosão de um caminhão da empresa Amazon Gás na avenida Baltron, comunidade Novo Reino, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus, onde fica a sede da empresa Leste Plast. O incêndio ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (7) e atingiu pedestres que passavam por perto no momento do incidente e também alguns imóveis próximos. Pelo menos 13 pessoas foram levadas ao pronto-socorro.

De acordo com informações do tenente Janderson Lopes, responsável pela assessoria de comunicação do Corpo do Bombeiros do Amazonas, no momento da troca dos cilindros uma válvula foi rompida, causando a explosão que gerou o incêndio no veículo, um caminhão do tipo guincho.

O tenente Janderson informou que as equipes do Corpo de Bombeiros conseguiram controlar a situação rapidamente, mesmo com a cena de destruição que se instalou no local. A sede da fábrica Lest Plast ficou completamente queimada. A população, no entanto, permanece nervosa, em busca de informações sobre o estado de saúde de pessoas – adultos e crianças – encaminhadas por populares ao Hospital e Pronto-socorro Dr. Platão Araújo.

Até o momento, a direção do HPS Platão Araújo confirmou 13 vítimas no local: Maria de Fátima Auziel, de 50 anos; Tatiane Auziel Pereira, de 25; Luciane Auziel, 22; Débora Auziel, 13; Marta Auziel, 10; Denise Colares Machado; Danleno Duarte; Ildevane de Souza; Flavia Costa; Laís Mirela Moraes; Lory Erlane, de 3 anos; e Wendel Auziel Pereira, de 1 anos e 2 meses de idade.

Diante do ocorrido, moradores dos arredores destacam a falta de segurança da fábrica. “A população exige que esta fábrica seja tirada daqui, não se sabe se ela tem licença ambiental até porque isso aqui é área residencial e não industrial. O tanque que explodiu estava seco, mas se tivesse cheio a tragedia teria sido maior” relata Rodrigo Pessoa, de 22 anos, residente nas redondezas.

“Isso é uma falta de respeito, vive vazando gás dessa fabrica. Temos um colégio municipal aqui próximo, a população do Novo Reino exige a retirada dessa fábrica daqui”, reclama ilvan Soares, de 54.

MAIS INFORMAÇÕES EM INSTANTES.

Fonte: http://acritica.uol.com.br/

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque

Deixe uma resposta

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…