Em relação à nota “Auditoria Tributária anula cobrança da Sefaz”, distribuída à mídia pela Amazonas Distribuidora de Energia S.A., a Sefaz tem a esclarecer:

1 – Os autos de infração no valor de R$ 217,6 milhões lavrados em desfavor da concessionária de energia,pelo não recolhimento do ICMS-Antecipado incidente na compra de energia elétrica através do Linhão, durante os anos de 2014 e 2015, não foram extintos, muito menos considerados indevidos. Os mesmos ainda serão julgados em segunda instância pelo CRF – Conselho de Recursos Fiscais da Sefaz-AM, onde o entendimento da Auditoria Tributária poderá ser reformado;

2 – As inconsistências apontadas pela Auditoria Tributária nos referidos autos se referem apenas a vícios formais e não ao mérito da cobrança;

3 – O Auditor Tributário não considerou indevida a cobrança do ICMS-Antecipado como informa a nota da Amazonas Distribuidora de Energia, apenas considerou que vícios formais invalidam os autos lavrados e, ainda, determinou que os mesmos sejam refeitos;

4 – Na avaliação da Secretaria Executiva da Receita da Sefaz-AM, o entendimento sobre as falhas formais é subjetivo e tais inconsistências poderiam ter sido sanadas com um Termo Aditivo de Auto de Infração, mas o julgador entendeu por bem recomendar o “refazimento dos autos de infração”;

5 – Nenhuma das teses apresentadas pelo contribuinte em sua defesa para não recolher o imposto cobrado pela Sefaz relacionadas ao mérito foi aceita pelo julgador de primeira instância;

6 – Em caso de reforma da decisão da Auditoria Tributária (primeira instância administrativa) pelo Conselho de Recursos Fiscais (segunda instância), a Sefaz encaminhará, de imediato, os autos de infração para cobrança judicial;

7 – Caso haja manutenção da decisão da Auditoria Tributária, o fisco estadual irá lavrar novos os autos de infração sem os vícios apontados e reiniciar o procedimento de cobrança contra a Amazonas Distribuidora de Energia S.A. por entender que os valores são devidos ao Erário.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades

Deixe uma resposta

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…