Dia do Exército 2016 em manaus (1)
O governador do Amazonas, José Melo. (Foto: Divulgação)

O governador do Amazonas, José Melo, prestigiou nesta terça-feira, 19 de abril, a comemoração pelo Dia do Exército em solenidade de formatura dos militares no Comando Militar da Amazônia (CMA), localizado no bairro Ponta Negra, zona centro-oeste de Manaus. Parceiro do Governo do Estado em ações nas áreas de segurança pública, saúde e social, o Exército deve participar da operação de socorro a cheia dos rios este ano.

 

Ao lado do novo Comandante Militar da Amazônia, General Geraldo Antônio Miotto, o governador do Amazonas destacou o trabalho realizado pelo Exército no Estado e anunciou que na próxima semana começam as reuniões para definir como se dará o apoio do órgão às ações de atendimento e socorro da cheia dos rios, coordenada pela Defesa Civil do Amazonas.

 

“As forças vão além das suas atribuições constitucionais no Amazonas, que é de preservar o patrimônio e as nossas fronteiras. Eles têm sido muito presentes em todo o momento em nossas vidas. O próprio Exército Brasileiro, vamos ter uma reunião na próxima semana, para programar o que a natureza vai fazer esse ano, ninguém sabe se vai ter cheia ou seca. Não dá mais para adivinhar. Portanto, o Exército, a Marinha e a Aeronáutica tem sido aqui no Amazonas parceiros fundamentais para resolver grandes problemas dessa região”, enfatizou o governador.

 

O Dia do Exército foi comemorado com uma grande solenidade de formatura de militares de diversas tropas do CMA. Durante o evento, foram concedidas homenagens a pessoas e órgãos que ajudaram a fortalecer a presença das forças militares no último ano. A data é comemorada em alusão à vitória das forças luso-brasileiras no dia 19 de abril de 1648, contra o Exército Holandês de Maurício de Nassau. O evento é conhecido como a 1ª Batalha dos Guararapes.

 

“Essa data é muito importante porque foi em 19 de abril de 1648 que lá em Pernambuco, em Guararapes, que os brancos, negros e índios se uniram para lutar em prol do Brasil, para combater a companhia das índias que estava explorando toda aquela área. A partir daí, foi a gênese do Exército brasileiro. O Exército participou de todas as campanhas aqui no nosso país, um exército que desenhou essas fronteiras. As fronteiras para o oeste foram desenhadas com as armas e com a cruz da religião, da civilização, que o exército sempre se preocupou em levar a todos os recantos desse país”, ressaltou general Miotto.

 

O Comandante Militar da Amazônia destacou, ainda, a presença do Exército do Brasil em diversas missões de paz pelo mundo, como o trabalho realizado no Haiti. “O Exército esteve presente em todos os acontecimentos nacionais e até mesmo internacionais porque mandamos tropas para a Itália, para a 1ª Guerra. E hoje temos tropas no Haiti, nas forças de paz da ONU, temos forças em vários países, oficiais que estão trabalhando em prol da paz mundial”, disse.

FOTOS: VITOR SOUZA/SECOM

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Brasil
Comments are closed.

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…