Daniel Araújo Tavares, 30 (Foto: Divulgação)
Daniel Araújo Tavares, 30 (Foto: Divulgação)

Manaus – Policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob a coordenação da delegada adjunta da unidade policial, Bruna Parente, prenderam no último dia 31 de março, o desempregado Daniel Araújo Tavares, 30, autor do homicídio de Jorge Abrahim Campos Lima, ocorrido no dia 22 de janeiro deste ano. A vítima tinha 24 anos de idade, na ocasião.

De acordo com a delegada Bruna Parente, Daniel foi preso por volta das 15h, pela equipe da especializada, após dois meses de investigações. O fato ocorreu no momento em que ele deixava a casa da namorada dele, situada no bairro Japiim, zona Sul da capital.

Conforme a autoridade policial, o homicídio aconteceu por volta de 1h30, na Rua Eulálio Chaves, antiga Polivalente, no bairro Japiim. Jorge, segundo a delegada, estava em um bar, ingerindo bebida alcoólica com alguns conhecidos, quando Daniel chegou em uma motocicleta Honda CB 300R e teria se aproximado da vítima.

“Daniel sacou uma arma de fogo e efetuou disparos nas costas de Jorge, que ainda tentou fugir, correndo em direção a um beco, onde acabou vindo a óbito. Após a ação criminosa, o infrator empreendeu fuga. Pelo menos cinco cápsulas de calibre ponto 40 foram apreendidas no local do homicídio”, informou a delegada Bruna Parente, ressaltando que a arma utilizada no crime ainda não foi recuperada.

Ela disse, ainda, que Daniel estaria sendo investigado também por envolvimento em disparos de arma de fogo que atingiram os pés de uma mulher. Policiais civis do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP) estão à frente do caso, que aconteceu horas antes do homicídio de Jorge, sendo que no bairro Aleixo, zona Centro-Sul da capital.

Daniel foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária, expedido no dia 23 de março deste ano, pelo juiz da 3ª Vara do Tribunal do Júri, Mauro Moraes Antony. Ele foi indiciado por homicídio qualificado e, após os procedimentos legais, será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…