A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informa que todas as unidades de urgência e emergência da rede estadual funcionarão normalmente, em plantão de 24 horas, no feriado prolongado que tem início amanhã e inclui o ponto facultativo de sexta-feira (22).

A rede de urgência na capital, conforme explica o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, é formada por 09 Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) e 01 Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para onde devem ser encaminhados, prioritariamente, os casos de urgência de baixa e média complexidade, como crises de hipertensão, pequenos ferimentos e mal-estar súbito. “Além delas, há 07 Prontos-Socorros, para os casos de maior gravidade”, ressaltou. Para o atendimento às grávidas, a Susam disponibiliza 07 maternidades estaduais, que funcionam todos os dias, também em regime de 24 horas. Esta estrutura conta, ainda, com uma maternidade municipal.

As unidades que atendem com consulta agendada – como é o caso dos Centros de Atenção à Melhor Idade (CAIMIs), Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs) e Policlínicas e Fundações de Saúde – não estarão funcionando na quinta e na sexta-feira (21 e 22). O atendimento será retomado na segunda-feira (25), a partir das 7h. Também não funcionarão no Feriado de Tiradentes, as unidades do Programa Farmácia Popular, mas todas estarão abertas, normalmente, na sexta-feira (22), das 8h às 18h e, no sábado (23), das 8h às 12h.

Quadro – Unidades que estarão funcionando 24h (para atendimento de urgência e emergência), durante o feriado e final de semana:

Serviços de Pronto Atendimento (SPAs)

  • SPA Alvorada – Avenida Lóris Cordovil, s/n, Alvorada 1
  • SPA Coroado – Avenida Beira Mar, Nº 122, Coroado
  • SPA Zona Sul – Rua Bento José de Lima, Nº 33, Colônia Oliveira Machado
  • SPA Joventina Dias – Rua T-6, n.º 33, Compensa III
  • SPA Eliameme Mady (Zona Norte) – Av. Samaúma, s/n, Monte das Oliveiras
  • SPA São Raimundo – Praça Ismael Benigno, s/n – São Raimundo
  • SPA José Lins (Redenção) – Rua Maracanã, s/n – Redenção
  • SPA e Maternidade Antônio Aleixo – Al. Cosme Ferreira, km 14, Col. Antônio Aleixo
  • UPA Campos Salles – rua Campos Salles, s/n – Tarumã

Prontos-Socorros

                       Adultos

  • Pronto-Socorro 28 de Agosto – Rua Recife, Nº 1581, Adrianópolis
  • Pronto-Socorro Dr. João Lúcio Machado – Alameda Cosme Ferreira, s/n, Aleixo

_____Adulto e infantil_______

  • Pronto-Socorro Platão Araújo – Av. Autaz Mirim, s/n – Jorge Teixeira
  • Pronto-Socorro Delphina Aziz – Av. Raimundo Vital de Mendonça, Colônia Terra Nova (área da antiga Expoagro)

                       Infantis

  • PS da Criança da Zona Leste – Alameda Cosme Ferreira, s/n, Aleixo
  • PS da Criança da Zona Sul – Rua Codajás, Nº 26, Cachoeirinha
  • PS da Criança da Zona Oeste – Av. Brasil, s/n, Compensa  I

                          Maternidades

  • Ana Braga – Alameda Cosme Ferreira, s/n – São José I
  • Balbina Mestrinho – Rua Duque de Caxias, s/n – Praça 14
  • Nazira Daou – Avenida Camapuã, 108, Q/316, Núcleo 9, Cidade Nova II
  • Azilda Marreiro – Avenida Samaúma, s/n, Monte das Oliveiras – Galiléia II
  • Alvorada – Rua 07, s/n – Alvorada I
  • Instituto da Mulher Dona Lindu – Av. Mário Ipiranga Monteiro, 1581, Adrianópolis
  • Chapot Prevost – Estrada do Aleixo, km 16 – Colônia Antonio Aleixo.

 

ARSAM vai intensificar fiscalização

Sempre que tem feriadão, parte dos amazonenses, principalmente os da capital, aproveita para sair de Manaus para passear, se divertir, visitar familiares no interior, em cidades e comunidades próximas. Para garantir a segurança e a qualidade dos serviços de transporte intermunicipal de passageiros neste feriadão, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos (Arsam) vai intensificar a fiscalização de ônibus rodoviários, micro-ônibus, vans e táxis fretados nas saídas de capital e dos municípios de maior fluxo de passageiros que fazem parte da Região Metropolitana de Manaus (RMM). Estima-se que mais de vinte mil passageiros utilizarão o sistema regular de transportes públicos durante o feriado prolongado de Tiradentes.

Em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), com o Batalhão da Polícia de Trânsito (BPTRAN), Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, a Arsam atuará em oito vias de acesso aos principais municípios da RMM. Os ônibus regulares serão fiscalizados por mais de trinta agentes em ações realizadas na Rodoviária de Manaus Huascar Angelim, na Ponte Rio Negro e na barreira localizada no início das rodovias BR-174 (Manaus – B0a Vista) e AM-010 (Manaus – Itacoatiara).

Também serão realizadas operações volantes para coibir o transporte clandestino de passageiros. A segurança dos trajetos será a prioridade da agência. Sendo assim, muitos veículos, principalmente os ônibus rodoviários, passarão por duas abordagens. Os veículos fretados como táxis, vans e micro-ônibus serão abordados em pontos estratégicos de fiscalização onde serão conferidos itens de segurança obrigatórios, acomodação e lotação de passageiros. Nos ônibus não será permitido o transportes de passageiros em pé. Nos veículos fretados, a lotação máxima de passageiros também deve ser respeitada.

Ônibus – Mais de 80 horários de partida de Manaus

As empresas Emtram, Aruanã, Expresso Transamazônica, Master e Eucatur disponibilizarão mais de oitenta horários de partida ou saída da capital, a partir de 5h30min até 23h. Se a demanda de passageiros for superior à disponibilidade de veículos rodoviários, por exemplo, a Arsam exigirá dessas empresas veículos extras. Nos municípios de maior fluxo como Itacoatiara, Itapiranga, Iranduba, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Careiro Castanho e Careiro da Várzea, Autazes e Presidente Figueiredo, serão realizadas operações volantes.

Direitos dos usuários – A Arsam alerta que nos feriados ou em dias normais, o cumprimento de horários de chegada e partida, a lotação adequada, a garantia de veículos extras, e o direito à gratuidade ou meia passagem aos idosos, menores acompanhados de responsáveis, policiais ou agentes militares a serviço, estudantes fardados durante o período letivo, pessoas portadoras de deficiência e aposentados por invalidez, são os direitos dos usuários que devem ser garantidos. Para ter acesso ao seu direito, dentro de cada caso, o usuário deverá comprovar com qualquer documento relacionado, e fazer uma reserva, com no mínimo três horas de antecedência da partida do ônibus junto ao guichê da empresa escolhida. Se ocupados os dois lugares obrigatórios, a tarifa a ser cobrada deverá corresponder a 50% do valor da passagem.

Os passageiros devem ser transportados com pontualidade, higiene e conforto, do início ao término da viagem, e devem, ainda, levar ao conhecimento da Arsam quaisquer irregularidades que possam presenciar durante a prestação do serviço. No bilhete deve constar a linha para a cidade de destino, a data e os horários de saída e chegada, que devem ser rigorosamente cumpridos. Denúncias ou reclamações poderão ser encaminhadas aos fiscais, registradas nas Ouvidorias do PAC São José do UAI Shopping e PAC Leste (Shopping Cidade Leste), ou através do telefone 0800 280 8585.

 

 

Mais segurança na travessia da Ponte Rio Negro

Técnicos da Defesa Civil do Estado e da Universidade Estadual do Amazonas (UEA) realizaram nesta quarta-feira (20), a troca da estação meteorológica da ponte Rio Negro. O novo equipamento, agora automático, contou com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), na sua instalação, e permite que os dados sejam emitidos via internet, com sistema de alerta à Defesa Civil, que decide, mediante as informações, pela interdição ou não da via durante fortes chuvas. O equipamento estará em teste até a próxima semana.

“Com esse novo sistema, vamos receber as informações com maior rapidez e precisão. Em caso de chuva com rajadas de vento que alcance naquela área a média de 50 a 60 quilômetros por hora, vamos avaliar a necessidade de interditar a ponte e assim garantir a segurança da população”, enfatizou o Secretário da Defesa Civil AM, coronel Fernando Pires Junior.

A primeira estação meteorológica da ponte foi instalada pela Defesa Civil do Estado e a UEA, em 2011 por meio de um Termo de Cooperação Técnica firmado entre as partes e ao longo desse período a leitura dos dados ocorria de forma manual. Tanto o método antigo, quanto o atual automatizado, monitoram as variáveis do tempo (chuva, velocidade do vento, umidade relativa do ar, previsão atmosférica e temperatura), na zona oeste de Manaus, onde está localizada a ponte Rio Negro.

“Esse instrumento é de extrema importância e tem vários objetivos. Um deles é que fornece para cientistas, meteorologistas e órgãos, o acesso instantâneo a dados ambientais em qualquer lugar, a qualquer hora, através da Internet”, garantiu o professor doutor do Curso de Meteorologia da UEA, Rodrigo Augusto Ferreira de Souza.

Interdição – A primeira interdição da ponte, realizada pela Defesa Civil do Estado, ocorreu no dia 14 de novembro de 2011, por conta da nebulosidade e falta de visibilidade, pelo período de nove minutos. O último fechamento foi no mês de fevereiro de 2016.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Load More Related Articles
Load More In Jornal de Humaitá
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…