É isso mesmo! O Brasil é estuprado. Sabe por que? Porque chegamos num nível de imbecilidade tão bestial que não conseguimos nos adaptar como seres humanos racionais. E o crime de estupro por séculos vem se apoiando em correntes do “ménage à quatre”, fazendo vítimas e desafiando a evolução histórica das leis e da justiça.

O estupro coletivo ocorrido na data de 21/05 (Sábado), de uma adolescente de 16 anos numa comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, causou repercussão e tomou conta do país, em repugnância à crueldade covardemente praticada contra à adolescente, e ainda, pela audácia dos criminosos em expor o crime nas redes sociais. Um estupro à justiça leniente e às leis deste país!

Um grupo de estudo liderado pelo psicólogo Martin Lalumière, da Universidade de Lethbridge (Canadá), afirma que: “A prática do crime de estupro e da coerção sexual aparecem em homens com conduta anti-social. Eles são indiferentes aos interesses de outras pessoas, tendem a desvalorizar as mulheres e não raramente estão envolvidos em outros tipos de crimes e agressões. ”

Não podemos aceitar a “cultura do estupro” como um crime comum e de pequena relevância no trâmite jurisdicional. E quiçá a ideia de manter os criminosos à solta procurando mais vítimas para saciar suas lascívias canibalescas. Pois, enquanto as investigações continuarem sendo palco de disputa de egos entre os advogados e o delegado que apura o caso, a estatística desse tipo de crime continuará aumentando diuturnamente. Um menosprezo à dignidade sexual das mulheres como bem jurídico protegido, bem como, a devida sintonia com o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana. Uma afronta geral!

Analisando a seara da misoginia, do machismo e do androcentrismo vejo como nossa nação está “estuprada”, sem valores sociais e éticos. Comentários em redes sociais que demonstram um verdadeiro arsenal visceral dessa nova caricatura digital de desumanização. Afinal, nos dias de hoje a maior crise que o ser humano pode enfrentar (e que estamos enfrentando) é uma crise de valores, pois essa crise vai afetar a humanidade, que passa a viver de forma mais egoísta, cruel e violenta.

Portanto, é necessário enfatizar a importância de bons exemplos na sociedade (estamos totalmente na contramão!), pois a transmissão de importantes valores humanos consiste na base de um futuro mais pacífico e sustentável.

Fonte/Autor: #PASSOS_MORAIS

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá
Comentários estão fechados.

Verifique também

Neutralidade de rede – posicionamento camara-e.net

São Paulo, 15 de dezembro de 2017 – Em Decisão polêmica, a Comissão Federal de Comunicaçõe…