Chega um dia em que o casal não quer mais se afastar. Percebe que o amor que os une faz surgir um desejo de construir algo mais do que o namoro oferece, querem compartilhar suas vidas num novo lar. Chega o momento que pensam constantemente em casar, uma decisão séria que implica a vida de várias pessoas no entorno do casal, além deles obviamente. Esse sentimento é vivido como para sempre, por isso que o casal troca as alianças, pois tem o intuito de juntos construir uma família, um lar e enfrentar as adversidades do mundo em conjunto. Percebem o quanto pode contar com o outro e vivem forte sentimento de complementariedade e união.

Mas como manter uma relação amorosa para sempre? Eis uma questão sem resposta precisa, haja visto que o número de separação está próxima das uniões. Muitos estudos são feitos para compreender esse fenômeno e buscar uma fórmula do convívio; mas o mundo mudou, as diversidades aumentaram, os diferentes se aproximaram, os conflitos e a intolerância foram à estratosfera. Porém existem algum pontos presentes nos relacionamentos duradouros e saudáveis: A compreensão das diferenças, o respeito ao outro e a sua liberdade, o carinho cotidiano, o sexo e o amor. O interessante é que esses pontos são de conhecimento da grande maioria dos casais, mesmo assim, não o seguem e desperdiçam seus relacionamentos. Um dia desses li uma frase que sintetizava essa situação “a camélia se apaixonou pelo cacto e compreendeu seus espinhos”. Por sua vez o intolerante se espinha ao ler uma frase dessa e já está pronto para romper relacionamentos, inclusive de parar de ler esse texto. No entanto, embora não haja uma fórmula mágica há comportamentos que quando utilizados facilitam a união. Vou citar um: case sempre com a mesma pessoa.

Pelo menos uma vez por mês conversem entre si sobre o casamento realçando os pontos positivos. E aproveite o aniversário de casamento para renovar os votos. Nem que seja apenas vocês dois, tirem esse dia de folga, ou o final de semana seguinte apenas para vocês dois e peçam um ao outro em casamento. Seja sincero ao casar com a mesma pessoa, pois unidos vocês passarão melhor pelas adversidades que se apresentam, bem como melhorar o convívio.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449

A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia

Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Notícia
Comentários estão fechados.

Verifique também

Josué Neto, Berlamino Lins e Adjunto Afonso votam contra auxílio fardamento e escalonamento

Policiais Militares ficam 6 anos sem receber fardamentos e ainda são punidos A questão pol…