Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Amazonas apresentou na manhã desta quinta-feira, dia 5, na sede da Delegacia Geral, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital, Jhonatas de Souza, 25; Maicon Felipe da Silva, 23; Wanderson Fabrício da Silva de Lima, 23, e Bruno Coelho Costa, 22, todos fugitivos do sistema carcerário do Estado. As prisões dos infratores ocorreram na manhã de quarta-feira, dia 4, por volta das 10h, por policiais civis do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

De acordo com o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, Wanderson e Bruno estão entre os 39 detentos que fugiram na última segunda-feira, dia 2, do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), situado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, que liga Manaus a Boa Vista (RR).

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A autoridade policial ressaltou que as prisões dos quatro fugitivos aconteceram em duas casas localizadas na Comunidade Parque São Pedro, no bairro Tarumã, zona oeste. Conforme Allemand, a equipe do DRCO recebeu, no início da manhã de quarta-feira, dia 4, denúncias anônimas, informando que dois dos 39 foragidos do CDPM estariam escondidos naquela área da cidade.

“Logo após tomarmos conhecimento do fato dividimos os policiais em equipes e fomos aos endereços indicados. Na primeira residência achamos Wanderson e Bruno. Com eles encontramos uma porção média de maconha e outra de pasta-base de cocaína. Na outra casa, localizada naquela mesma comunidade, encontramos Jhonatas e Maicon, fugitivos do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), que fica na mesma área do CDPM. Em posse deles estavam dois rádios HTs e porções médias de maconha”, explicou Allemand.

O diretor do DRCO ressaltou que Wanderson estava preso por homicídio e os outros três foragidos tinham passagem por roubo. Bruno, inclusive, foi preso em junho de 2015 pela equipe do DRCO, por envolvimento em roubo à casa do desembargador Sabino da Silva Marques, em um conjunto do bairro Planalto, zona centro-oeste da capital.

Bruno, Jhonatas, Maicon e Wanderson foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e após a realização dos procedimentos cabíveis no prédio da Delegacia Geral, onde funciona a base do DRCO, serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…