Amazonas

Amazonense conquista prata no Mundial de Jiu-Jítsu Esportivo e, sem descanso, já se prepara para competição fora do País

Amazonense conquista prata no Mundial de Jiu-Jítsu Esportivo e, sem descanso, já se prepara para competição fora do País

Gabriel CastroO Amazonas novamente foi destaque numa competição de arte suave. Desta vez, o feito foi conquistado pelo faixa preta Gabriel Castro, que chegou em Manaus na madrugada desta quinta-feira, dia 21. Na ‘bagagem’ ele trouxe a medalha de prata pelo Absoluto, conquistada no Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu Esportivo, que ocorreu em São Paulo, no último final de semana.

Apoiado pelo Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), o amazonense fez cinco lutas na capital paulista e afirmou que o evento também serviu de preparação para a próxima missão, que desta vez será internacional. Trata-se do Campeonato Mundial de Master, que recebe a chancela da Federação Internacional de Jiu-Jítsu (IBJJFF), em agosto, na Califórnia.

“Fiquei bastante feliz com meu resultado em São Paulo. Eu gostaria de ter conquistado ouro, mas tudo que vivenciei se transformou em aprendizado. Foi um vacilo na final do Absoluto, que não vai mais se repetir e sigo para o Mundial Master mais confiante e atento”, considerou Gabriel.

Para o evento nos Estados Unidos, o atleta conta que seguirá antes para aclimatação. Pupilo do mestre Omar Salum, ele irá treinar na Gracie Humaitá. “Nos próximos eu já sigo para a Califórnia, onde vou me concentrar totalmente aos treinos. A ideia é fazer a programação utilizando os três horários do dia, com treinos intercalados pela manhã, tarde e noite. Nunca fui para a Califórnia e esta será a chance também de me adaptar melhor ao clima”, comentou o amazonense, que além de atleta é também bombeiro e se divide entre morar em Manaus e em Rorainópolis (RR).

“Ser bombeiro é uma profissão que amo e exerço com muita responsabilidade. O Jiu-Jítsu, por sua vez, me ajuda a ser um bom profissional, pois necessito de muita resistência física e condicionamento. Sou concursado em Rorainópolis há três anos, mas sou amazonense e filiado às federações do Amazonas. Amo meu Estado e qualquer lugar do mundo represento com muito orgulho o lugar onde nasci. Nunca será diferente”, destacou.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Comentários

Comentários

Amazonas

More in Amazonas

​Editora Leya Realiza evento em Manaus para debater Universos Literários

Jornal de Humaitá17 de outubro de 2017

Nova Aripuanã: Vereador é feito refém com a família e filho é ferido durante crime

Jornal de Humaitá14 de outubro de 2017

População obriga Piratas comerem lama após roubo

Jornal de Humaitá3 de outubro de 2017

Governador prestigia Festival Folclórico de Nova Olinda do Norte e visita obras no município

Jornal de Humaitá2 de outubro de 2017

Vereador denuncia atraso no pagamento do Tratamento Fora do Domicílio

Jornal de Humaitá2 de outubro de 2017

Comissão da Aleam aponta ‘vilões’ do entrave turístico de Manicoré 

Jornal de Humaitá2 de outubro de 2017

Dermilson Chagas discute demanda para o município de Borba

Jornal de Humaitá2 de outubro de 2017

Governador entrega trecho de 15 quilômetros da Rodovia Manoel Urbano e libera passagem de nível na Avenida das Torres

Jornal de Humaitá2 de outubro de 2017

Jogos Psicomotores das escolas da CD5 reúne escolas da Zona Leste para uma manhã de atividades

Jornal de Humaitá28 de setembro de 2017