Após quatro dias de muitas disputas, a Copa Norte-Nordeste de Basquete em Cadeira de Rodas chegou ao fim na manhã deste domingo, dia 31, na Arena Amadeu Teixeira, e consagrou a equipe de Alagoas, Adefima, como a grande campeã. O evento foi uma realização da Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas (CBBC), em parceria com a Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa) e recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped).

Para chegar ao título, a Adefima fez realmente uma campanha de ouro e conquistou a Copa invicta, passando por Vida Ativa (44 a 27), a ADM-PE (61 a 16), a ADM-CE (43 a 25) e a Adefa (51 a 16), este último jogo na manhã deste domingo.

“A gente vem trabalhando bastante e, ao que tudo indica, estamos no caminho certo. A Copa foi uma conquista muito suada, pois tecnicamente todos os times estavam bem preparados e tivemos que focar bastante. O Alagoas é um time que tem apenas um ano e meio de formação e agora é se esforçar para a gente honrar esta conquista da terceira divisão”, disse o técnico do Alagoas, Pablo Ventini, natural do Uruguai. O dirigente ainda comemorou o título do cestinha da competição, que foi para o atleta Carlos Nascimento, da Adefima (AL), com 94 pontos.

A segunda colocação da competição ficou com a Vida Ativa, de Roraima, que venceu a ADM-PE (32 a 19) e a ADM-CE (34 a 32) e perdeu para a Adefima e a Adefa (44 a 35). O terceiro lugar na competição foi para os pernambucanos da ADM-PE, que foram melhor em quadra em cima da ADM-CE (54 a 48) e a Adefa (27 a 21), perdendo para a Vida Ativa e a Adefima.

Com o resultado, os três primeiros lugares já estão classificados para o Campeonato Brasileiro de Basquete em Cadeira de Rodas da 3ª Divisão 2017, que acontece no segundo semestre do ano que vem.

“Esta competição foi muito gratificante. Esta terra é quente, mas o calor humano é mais e nos sentimos muito acolhidos. O que considero mais importante na Copa foi que todas as equipes mostraram evolução e vamos retornar a Manaus, em breve, com muitas novidades”, considerou a presidente da Confederação, Naíse Pedrosa, que ainda anunciou três atletas que foram avaliados na Copa e devem compor a seleção sub-23 e sub-21, que disputarão a Copa América e Parapan-Americanos, respectivamente. Foram eles: Matheus de Souza (ADM-Ceará), Daniel Silva (Adefima- Alagoas) e Carlos André Lopes (Adefima).

Há três meses praticando a modalidade, Matheus de Souza (ADM- Ceará) comemorou a indicação. “Foi uma surpresa muito boa, pois eu não esperava. Comecei há três meses e meio na modalidade, depois que um professor me viu na rua e convidou a participar da equipe, e agora quero me dedicar ainda mais, aprender, e fazer jus a esta confiança”, disse o jovem de 18 anos.

Amazonense é homenageado

O Amazonas não venceu a Copa, mas ganhou destaque através do ala Michel Silva. O camisa nove da seleção amazonense ficou entre os cinco melhores jogadores e dividiu a conquista com todo o time baré.

“Eu não seria nada sem a minha equipe, e através dele consegui alcançar este título. Já havia participado da Copa em 2009 e 2010, fiquei quase seis anos sem praticar a modalidade e agora retornei, sendo condecorado. Estou realizado e feliz com este momento. Dedico o prêmio a todos os amazonenses”, disse o paratleta, que teve poliomielite aos dois anos. Ele conheceu a modalidade em 2007 e iniciou a prática em 2009.

Para fechar com chave de ouro a competição, a presidente da CBBC elegeu o amazonense João Paulo Sobreira como o novo mascote da modalidade em Manaus. Para o futuro paratleta, a responsabilidade é grande, mas vai ser encarada com muito entusiasmo. “Ainda não pratico o basquete, mas agora vou iniciar e estava desde ontem ansioso para vir à Copa. Fiquei feliz e bastante animado. Um dia vou ser que nem esses jogadores e vou treinar bastante”, contou o jovem, que na semana que vem vai iniciar nas quadras.

Equipes participantes

A competição reuniu seis equipes do Amazonas, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Pará e Rondônia. Os times disputaram três vagas para o Campeonato Brasileiro de Basquete em Cadeira de Rodas da 3ª Divisão 2017. As partidas foram abertas ao público e cerca de 90 paratletas participaram da competição.

Equipes participantes: Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas – Adefa (AM); Associação dos Deficientes Motores do Ceará (ADM/CE), Associação dos Deficientes Motores de Pernambuco (ADM/PE), Associação dos Deficientes Físicos e Mentais de Arapiraca (ADFIMA/AL), Instituto de Pessoas com Deficiência de Ananindeua (IPDA/PA), Sociedade Vida Ativa (Porto Velho/RO).

Load More Related Articles
Load More In Brasil
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…