O Espaço da Cidadania Ambiental (Ecam) – uma parceria entre o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) –, localizado no Manauara Shopping (Piso G3), vai receber desta segunda-feira, 4 de julho, até o dia 15 de julho, a 1ª Mostra de produtos do curso de Design da Faculdade Fucapi. O evento trará oficinas, palestras e workshops voltados para a questão sustentável. As inscrições e atividades gratuitas são abertas a qualquer pessoa interessada.

No evento serão expostos produtos regionais como luminárias, embalagens, fruteiras, protótipos de jogos e objetos decorativos, feitos com reaproveitamento de materiais como madeira, fibra, marchetados, papel, plástico e vidro.

A mostra contará com duas oficinas que serão promovidas pelos alunos Ana Prada, Edda Félix e Geraldo Lira. A oficina para aprender a fazer “Luminárias de papelão” será no dia 6 de julho e a de “Carteiras de mão com caixas tetra pak” será no dia 13 de julho, ambas de 19h às 21h.

O evento é uma realização dos alunos das disciplinas de Prototipação e Modelagem, Projeto e Embalagem e Linguagem Visual, sob a coordenação da professora Neila Newdirley Pinto.

O espaço Ecam conta com a parceria da Vara Especializada do Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa) e realiza inúmeras atividades ao longo do ano, como palestras e exposições de projetos educativos sobre o meio ambiente. O Ecam fica aberto para visitação de 10h às 22h.

Programação

  • Workshop de Eco Design – 8 e 15 de julho, de 17h às 20h
  • Palestra Design de superfície – 7 e 14 de julho, de 17 às 18h
  • Palestra Design do dia a dia – 7 de julho, 17 às 18h.
  • Oficinas de Luminárias de papelão – 6 de julho, de 19h às 21h
  • Oficinas de Carteiras de mão feitas com caixa tetra pak – 13 de julho, de 19h às 21h
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…