Atitude de oficial revolta grande parte dos praças da PM.

Cabos e Soldados não recebem material de trabalho há mais de 4 anos.

Polícial preso sem farda Manaus-AM. O soldado da Polícia Militar do Amazonas H. Meneses foi preso e constrangido por oficiais da PM por se negar a trabalhar com o coturno e a farda rasgada. O soldado sofreu algumas chacotas, e posteriormente foi levado a DJD para os procedimentos cabíveis. Vários praças da PM repudiaram o fato nas redes sociais que causou um enorme mal estar na tropa.

oficio fardaO soldado ha meses vinha solicitando através de oficio farda e coturnos novos, alem de equipamentos para trabalhar dignamente.

Quatro anos sem receber novos fardamento, policiais militares do Amazonas trabalham aos trapos em todo o estado. (Foto: Divulgação)

“Surrados e até mesmo desgastados, essas são as condições do fardamento de um profissional que trabalha nas ruas de Manaus e do interior do Estado. E, principalmente, cuida da segurança da população. É uma vergonha um soldado ter que correr atrás do bandido e ter a sua calça rasgada. Ele vira motivo de chacota. É vergonhoso ainda, no meio de uma ocorrência, um PM ficar sem a sola do sapato. Merecemos respeito por parte do governo, queremos também ter o auxílio fardamento”, declarou um PM – que teve o nome preservado.

Foto: Divulgação

De acordo com um policial “o regulamento interno da PM, diz que cabos e soldados devem receber o fardamento e equipamentos da corporação (Governo do Estado), mais infelizmente as fardas são distribuídos para os oficiais e desaparecendo antes mesmo de chegar a quem de direito”. Finalizou.

Durante a ação policial, os servidores alegam que os uniformes ficam gastos e rasgam. Muitas vezes confeccionados com tecidos de má qualidade e medidas erradas. O material se desgasta num período menor que o tempo determinado devido à exposição climática da Região Amazônica.

De acordo com os PMs os praças só recebem o auxílio fardamento, quando são promovidos a Sargento (pouco mais de 10 anos na ativa) e apenas por uma única vez.

Escândalos e Denúncias

Polícial preso sem fardaUma postagem que circula nas redes sociais alega que o coronel Augusto César Farias Pereira estaria envolvido no esquema do desvio R$ 16 milhões destinados aos 332 mil uniformes da corporação no ano de 2011, época do último concurso da PMAM.

Ainda de acordo a denúncia, a situação se repete em quartéis da PMAM, tanto na capital como no interior.

Os policiais que denunciaram o descaso estão sendo perseguidos pelo comando da PM.

Nossa equipe tentou contato com a assessoria de imprensa da PM sem sucesso.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…