taxistaA Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM), sob o comando da delegada titular da unidade policial, Andrea Nascimento, prendeu na manhã de terça-feira, dia 2, por volta das 10h, o taxista Aldo Marques Gusmão, 40, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por descumprir medida protetiva em benefício da ex-companheira dele.

De acordo com a delegada, a prisão de Aldo ocorreu na casa onde ele morava, localizada na Rua Santa Luzia, bairro Santo Antônio, zona Oeste. Andrea Nascimento informou que o mandado em nome do infrator foi expedido no dia 28 de junho deste ano, pela juíza Luciana da Eira Nasser, do 2° Juizado Especializado no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

A autoridade policial explicou que Aldo descumpriu, no dia 23 de maio deste ano, medida protetiva concedida em benefício da ex-companheira dele, uma taxista de 36 anos. Na ocasião, teria ido até a casa da vítima e a ameaçado de morte.

“O infrator é violento. Já responde por tentativa de homicídio e outros processos de violência doméstica contra a mesma vítima, havendo indícios de que ele tenha novamente agredido, ameaçado e ofendido a ex-companheira. Isso demonstrou que a liberdade dele configura risco para a integridade física da mulher”, argumentou a titular da DECCM.

Ao término dos procedimentos cabíveis realizados no prédio da especializada, o infrator foi conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…