Humait_ - apreens_o de madeira ilegal pelo Batalh_o Ambiental
Fiscalização em Humaitá-AM. (Foto: Divulgação)

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Militar do Amazonas realizaram a Operação Jumapari, entre os dias 8 e 19 de agosto, nos municípios de Apuí, Humaitá, Novo Aripuanã, Manicoré, Careiro, Borba, Tapauá, Canutama, Lábrea e Boca do Acre, onde puniram com multas que somaram mais de um milhão infratores do meio ambiente por prática de queimadas e desmatamento.

A fiscalização ambiental focou no Sul e Sudeste do Amazonas, tendo como alvo fazendas e madeireiras em atuação nas áreas de abrangência das rodovias BR-319, BR-230 (Transamazônica), AM-174 e ramais adjacentes. Essas são localidades com grande concentração de crimes ambientais no Estado.

A operação encerrou com a adoção dos seguintes procedimentos administrativos: lavratura de nove Autos de Infração, referentes a desmatamentos e queima de resíduos de serraria a céu aberto sem autorização do órgão, totalizando o valor de R$ 1.174.000,00 (um milhão e cento e setenta e quatro mil reais) em multas; e na lavratura de seis Termos de Embargo/Interdição, relacionados as áreas desmatadas sem autorização do órgão ambiental competente.

Fiscalização em Apuí.
Fiscalização em Apuí.

A equipe de 11 integrantes foi constituída por analistas ambientais e técnicos da Gerência de Fiscalização Ambiental do Ipaam, bombeiros militares lotados no Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente e por policiais militares lotados no Batalhão de Policiamento Ambiental e na Ronda Ostensivas Cândido Mariano.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…