Equipes do Cosipe e Dipen da Seap encontram artefatos que seriam usados em fuga.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encontrou durante varredura realizada no início da manhã desta quinta-feira (4), munições e explosivos em uma área da mata próximo ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), no km 8 da BR-174 (Manaus – Boa Vista). Entre os materiais encontrados por equipes da Coordenação do Sistema Penitenciário (Cosipe) e do Departamento de Inteligência Penitenciária (Dipen), estavam dois artefatos explosivos de origem caseira. O Grupamento de Manejos de Artefatos Explosivos (Marte) da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) foi acionado e se deslocou até a área onde os equipamentos foram encontrados.

Para o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Pedro Florencio, a descoberta desse material faz parte do desdobramento da investigação da tentativa de fuga, ocorrida na madrugada de ontem (3). “Recebemos a informação que a fuga estaria sendo planejada com apoio externo, então possivelmente esse material seria usado para auxiliar os planos de fuga”.

Os materiais encontrados pela Seap foram: 20 munições calibre 9mm, duas munições calibre 12, três granadas de mão, sendo duas de gás lacrimogêneo e uma de efeito moral, e dois artefatos explosivos de origem caseira, sendo um pesando aproximadamente 4,5 kg e o outro pesando cerca de 1kg. A área em torno do Compaj foi isolada por equipes Marte que realizaram no início da tarde, a detonação dos artefatos no local.

Pedro Florencio afirma que os trabalhos de investigação, segurança e fiscalização da Seap buscam impedir que as fugas, rebeliões e motins aconteçam. “Dessa forma o crime organizado vem se redesenhando, criando outras estratégias, variando entre escavações de túneis, utilização de teresas, escadas, serrando grades e buscando apoio externo para as fugas”.

O secretário ressalta que a segurança tem sido aumentada para impedir eventos que desestabilizem o sistema prisional. “O Governo do Amazonas trabalha com a finalidade de garantir a segurança da sociedade. Com o apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e da Polícia Militar do Amazonas, estamos empenhados diariamente para coibir atos de natureza contrária à ordem nas unidades prisionais, para que tenhamos um sistema prisional pacífico, com os internos cientes de que precisam cumprir suas penas e com o Estado oferecendo as assistências necessárias”, disse Pedro Florencio.

Tentativa de fuga na madrugada de quarta-feira – Na madrugada da última quarta-feira (3), por volta das 2h, o Compaj registrou uma tentativa de fuga de 26 detentos. Os internos serraram as grades da cela 8, do pavilhão 3 da unidade e seguiram em direção ao gramado. Um agente penitenciário que estava de serviço percebeu a movimentação e acionou os policiais militares da guarda, que interviram atirando em direção aos internos, tendo os mesmos retornando para a cela.

Foi constatado que os envolvidos na tentativa de fuga já haviam cortado o alambrado que dá acesso a muralha, e foi encontrada uma escada feita com madeira do telhado que estava no forro, que seria usada para a fuga frustrada nesta madrugada. O Cosipe realizou uma contagem de internos em todos os pavilhões do Compaj durante toda a quarta-feira, constatando que nenhuma fuga foi registrada na unidade que atualmente possui 1.260 internos condenados.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades
Comentários estão fechados.

Verifique também

Saiba 10 dicas de economia para as compras de Natal

Aproveite as férias com as contas em dia A data mais importante para o comércio, o Natal, …