A união, criatividade e determinação foram os ingredientes principais para o sucesso da exposição artística e cultural “Receitas Poéticas – o sabor de ser poeta”, desenvolvida por alunos da Escola Estadual Gilberto Mestrinho, localizada no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste de Manaus. A escola faz parte da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e o evento ocorreu na tarde desta quinta-feira, 22 de setembro.

O hall da escola estava tomado por alunos e professores, que foram prestigiar os trabalhos de aproximadamente 90 estudantes que, sob a orientação da professora de língua portuguesa Sabrina Nascimento, puderam explorar seus talentos, aliando as técnicas de poesia com a construção de uma receita, resultando num trabalho poético que surpreendeu a todos.

Apresentado pela estudante do 2º ano do Ensino Médio, Ândela Veiga, 19, a jovem aluna ressaltou a importância de trabalhar a criatividade, aliando a isso a poesia. “A ideia da Receita Poética é mostrar aos alunos um pouco de suas criatividades. Nós alunos também temos que ter a receita da nossa vida”, explicou.

A professora Sabrina ressaltou que o objetivo da Exposição de Receitas Poéticas foi de expandir a criatividade dos alunos, aproveitando outras habilidades, como desenho e também a arte culinária. “O objetivo geral é em relação a produção dos textos deles, principalmente quando se fala em literatura, para eles é um bicho de sete cabeças. Então surgiu essa ideia de unir a receita com a poesia e a partir disso a gente construiu nossa exposição”, explicou.

Batalha de hip hop
Num dos momentos que levantou a animação do público presente foi a batalha de hip hop entre os alunos Itamar Azevedo e Breno Batista, ambos com 15 anos e alunos do 1º ano do Ensino Médio. Eles duelaram numa disputa poética, cada um defendendo um poeta e suas obras.

Itamar teve que se aprofundar nas pesquisas com texto e vídeos sobre a escola literária. “Pesquisei muito sobre o barroco e cada estilo de poesia. Achei uma boa apresentação, fiquei nervoso porque tinha muita gente, mas deu tudo certo”, declarou o jovem ao acrescentar que na batalha defendeu o poeta Gregório de Matos. Seu “rival”, Breno, por sua vez tentou vencer o duelo apresentando as obras do padre Antônio Vieira. “Ensaiamos muito, tive que adaptar o texto para as rimas e transformamos algumas partes”, enfatizou o estudante.

Livro de receitas
As alunas do 2º ano do Ensino Médio Adriele Colares e Andria Kemely, ambas de 16 anos, junta com outras colegas criaram um livro de receitas, mas não as receitas convencionais. Sob a orientação da professora Sabrina, elas pegaram a essência do que é fazer receita, com ingredientes e modo de preparam e aliaram a isso a poesia. Como o caso da receita Sopa de Sabedoria, na qual leva como ingredientes curiosidade, leitura, força de vontade, entre outros.

“No começo a gente não tinha criatividade, mas a professora Sabrina foi nos ajudando e orientando. No final as coisas foram fluindo, cada um ajudando o outro, e o resultado foi o livro com várias receitas. que nós mesmo confeccionamos.

Diversas telas com poesias compostas pelos alunos estavam em exposição no hall da escola, com assuntos variados e criatividades distintas.

Culinária
Outro momento aguardado pelos estudantes foi a culinária, qual os alunos tinham que adivinhar as receitas utilizadas em determinado tipo de guloseima (bolos e doces). Os alunos “mestres-cucas” usaram a criatividade e, com base naquilo que conheciam, colocaram a mão na massa produzindo as guloseimas.

FOTOS: EDUARDO CAVALCANTE/SEDUC

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque
Comentários estão fechados.

Verifique também

Saiba 10 dicas de economia para as compras de Natal

Aproveite as férias com as contas em dia A data mais importante para o comércio, o Natal, …