A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Juan Valério, falou na manhã desta sexta-feira, dia 23, durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da Delegacia Geral, sobre a ação policial que resultou nas prisões de seis pessoas e na apreensão de um adolescente de 17 anos. A prisão de todos eles e a apreensão do jovem foram por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade. Ao longo das diligências também foram presas duas pessoas por extorsão e associação para o tráfico de drogas.

Adailson Souza de Almeida, 20, conhecido como “Dedão”; Deyse Mara Correa Coelho, 26; Derik Silva de Moraes, 26; Orilene da Cruz Ribeiro, 26; Abed Vitorino Pena Neto, 21; Eronilson Moreira Batista, 27; Anderson da Costa Almeida, 20, e Viviane Ribeiro Cruz, 39, estão entre os presos na ação deflagrada pelas equipes do DRCO. Os trabalhos tiveram início na noite da última quarta-feira, dia 21, e seguiram até a tarde de ontem, dia 22.

De acordo com o diretor do DRCO, delegado Juan Valério, as prisões iniciaram com a interceptação de Adailson, ocorrida na noite da quarta-feira, por volta das 21h, na rua Afonso Pena, localizada no conjunto Monte Pascoal, bairro Monte das Oliveiras, zona Norte. Na ocasião, o infrator foi abordado em atitude suspeita, conduzindo uma motocicleta pela via. Durante revista, a polícia encontrou entorpecentes com o jovem. Ao ser questionado sobre a procedência da droga, acabou delatando os comparsas e informando as equipes onde eles estavam.

Em uma casa na avenida Sumaúma, naquele mesmo bairro, os policiais prenderam Deyse, Derik e Orilene. O adolescente também foi apreendido no local. Ao longo das buscas na residência os policiais civis encontraram, aproximadamente, 200 trouxinhas de maconha, duas porções grandes da mesma substância ilícita, em torno de R$ 1 mil em espécie, uma balança de precisão, seis anéis e duas pulseiras de ouro, três aparelhos celulares e apetrechos para embalo da droga.

Conforme o diretor do DRCO, no momento da abordagem aos infratores na zona Norte, os policiais foram informados que parte da substância entorpecente, que estaria com o grupo, havia sido supostamente extraviada no bairro Compensa, zona Oeste. O bando alegou, ainda, que integrantes de uma facção criminosa, que atua no Estado, estariam ameaçando e extorquindo uma família por conta desse material furtado.

Desdobramento

Em ação contínua, os investigadores do DRCO seguiram até o local mencionado pelos infratores, na Rua Valiente, primeira etapa do bairro Compensa, zona Oeste, e montaram campana no lugar. Já na tarde de ontem, por volta das 17h, avistaram o momento em que Abed e Eronilson receberam R$ 13 mil da vítima, um açougueiro de 43 anos, por dois quilos de drogas supostamente roubados pelo filho do homem. O jovem, que não teve a identidade revelada, negou envolvimento no sumiço do material ilícito pertencente a Abed. As equipes do departamento efetuaram a prisão da dupla em flagrante.

Durante a coletiva de imprensa o diretor do DRCO explicou que Abed havia guardado os dois quilos de drogas em uma quitinete que alugou da vítima. Então Abed passou a acusar o filho do açougueiro pelo desaparecimento do entorpecente. Por conta disso a família passou a ser ameaçada pelo infrator.

“Na última quarta-feira a vítima ainda deu para Abed R$ 2 mil. Nesse mesmo dia, sete pessoas armadas, que já estão sendo investigadas pela polícia, foram até a residência do açougueiro, tentaram entrar no lugar e ainda ameaçaram atear fogo no imóvel. A vítima ficou de dar o restante do dinheiro, os R$ 13 mil, na quinta-feira. No local marcado, no momento do crime, obtivemos êxito nas prisões de Abed e Eronilson em flagrante”, esclareceu Valério.

Em seguida, na primeira etapa do bairro Compensa, os policiais prenderam Anderson, em um local que funcionava como laboratório de drogas. No lugar, eles acharam em torno de meio quilo de cocaína e material para embalo de entorpecentes. Já Viviane foi presa pelas equipes em via pública, no bairro Monte das Oliveiras, zona Norte. Com a mulher foram apreendidas quatro trouxinhas de cocaína, seis trouxinhas de maconha e uma porção grande de maconha do tipo “skunk”.

Facção é alvo do DRCO

O delegado Juan Valério enfatizou que as equipes do DRCO vêm deflagrando essas operações com o intuito de combater uma facção criminosa que atua no Estado. Após a deflagração das operações “Nova Aliança 1 e 2”, nas zonas Oeste e Norte da capital, respectivamente, o departamento vem recebendo denúncias informando alguns pontos de tráfico de drogas.

“Nessa ação específica, identificamos um ponto de comercialização de entorpecentes no bairro Monte das Oliveiras, comandado por Derik. Lá soubemos que faltava chegar mais dois quilos de cocaína, vindos do bairro Compensa. Foi quando conseguimos prender o restante do grupo. A partir das oitivas dos infratores, tomamos conhecimento que a ordem, para ameaçar e extorquir a família tinha partido do comandante da facção”, disse o diretor do DRCO.

Adailson, Orilene, Deyse, Derik, Anderson e Viviane foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Adailson também foi autuado por adulteração de sinal de veículo automotor, por estar em posse de motocicleta adulterada. Já Abed e Eronilson foram autuados em flagrante por extorsão e associação para o tráfico de drogas.

Os homens foram levados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, zona Sul. Deyse, Orilene e Viviane foram encaminhadas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), no quilômetro 8 da Rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista). O adolescente foi conduzido à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). Ele irá responder por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades
Comentários estão fechados.

Verifique também

Yared defende livre circulação no trânsito para polícia municipal

O texto também prevê como infração grave estacionar o veículo onde houver acesso a ciclovi…