reunião do Codam
FOTO: DIVULGAÇÃO/SEPLAN-CTI

A maior parte dos investimentos – um total de R$ 2.751 bilhões – aprovada na  263ª reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), realizada nesta quinta-feira, 1º de setembro, na Seplan-CTI, foi direcionada para o setor de componentes, os bens intermediários voltados para a fabricação de produtos finais. No geral, os conselheiros aprovaram 34 projetos industriais estimados em R$ 3.231 bilhões e 2.834 vagas no mercado de trabalho ao longo de três anos.

O secretário de estado de Planejamento, Thomaz Nogueira, destacou que o aumento dos valores relacionados nas pautas do Codam vem se mostrando contínuo, o que é bastante significativo nesse momento de crise porque passa o País. “Não deixa de ser uma situação paradoxal porque ao mesmo tempo em que observamos a melhoria dos indicadores futuros ainda enfrentamos os efeitos da pior crise que já experimentamos”, disse Nogueira reafirmando a posição de que essa situação é conjuntural. “Não temos dúvida de que vamos superar esse momento e voltar a crescer”.

O destaque da pauta aprovada pelo Codam foi o projeto de produção de bens intermediários da Boreo Indústria de Componentes, estimado em R$ 2.036 bilhões e mais de 900 empregos,  para a fabricação no Polo Industrial de Manaus de placas de circuito montadas, unidades de armazenamento de dados e bateria para telefone celular.

Também na área de produção de componentes foi aprovado o projeto da Callidus Indústria e Comércio para a produção de placas de circuito montadas avaliado em R$ 46 milhões e 97 empregos. Também foi aprovado o projeto da Videolar-Innova  para a produção de chapa, folha, fita e película de plástico expansível no valor de R$ 280 milhões e 98 empregos. A Masa da Amazônia teve autorização para fabricar telefone celular a um custo de  R$ 73 milhões e 104 vagas no mercado de trabalho.

BALANÇO

A última reunião do Codam foi realizada em junho, e resultou na aprovação de 40 projeto industriais, um deles em pauta suplementar, com investimento total de R$ 914 milhões e 1.872 postos de trabalho. No acumulado do ano, incluindo os investimentos apurados na 263ª reunião, o Codam aprovou um total de 144 projetos industriais com investimento total projetado em R$ 6.130 bilhões e 10.200 postos de trabalho.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…