O secretário de Estado da Fazenda do Amazonas, Afonso Lobo, participou, nesta quarta-feira, 26 de outubro, no Hotel Quality, da abertura do 59º Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários (Encat), evento que tem como objetivo a cooperação fiscal e intercâmbio de melhores práticas entre os fiscos estaduais. Neste ano, o evento, que é realizado anualmente em um estado diferente, é coordenado pelo Governo do Amazonas, por meio da Sefaz-AM.

O titular da Sefaz-AM destacou a importância do Encat estar focado na política de modernização da administração tributária, além de compartilhar com todos os técnicos, os projetos que estão em desenvolvimento pelo órgão. “Esta é mais uma oportunidade de tomarmos conhecimento do andamento dos projetos que estão em tramitação no âmbito deste órgão e sua modernização”, disse Afonso Lobo.

Além de promover a cooperação técnica entre os fiscos estaduais, o colegiado do Encat também é responsável pela coordenação nacional dos projetos de documentos fiscais eletrônicos no Brasil, como a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), Conhecimento de Transporte de Carga Eletrônica (CT-e) e Manifesto de Documentos (MDF-e).

Palestras – Após a abertura do evento, o economista fiscal e líder técnico principal da divisão de gestão fiscal e municipal do BID, Gustavo Garcia, palestrou sobre as regras fiscais de governo e quadros orçamentais de médio prazo. O presidente da Oracle do Brasil, Humberto Silvano, destacou a arrecadação ativa e o relacionamento com o contribuinte.

O encerramento do 59º Encat acontece nesta quinta-feira, dia 27 de outubro, com as palestras “Nota Fiscal Eletrônica”, com Álvaro da Silva, “Conhecimento de Transporte Eletrônico e Manifesto do Documento Eletrônico”, com Daniel Carvalho, “Alerta de Irregularidades”, com Jadson Bittencourt, e “Mineração de Dados”, com Roberval Mariano. As atividades acontecem das 9h às 18h.

Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas
Comentários estão fechados.

Verifique também

MPT encontra indícios de demissão discriminatória por idade na Estácio de Sá

Levantamento feito em uma lista de 77,8% dos professores dispensados mostra que eles têm m…