Após dois meses de muitas disputas, o Campeonato Amazonense de Futebol Principal entra em contagem regressiva para revelar o grande campeão da temporada 2016. A disputa está marcada para este sábado, dia 22, entre Fast x Princesa, e o palco será a Arena da Amazônia, às 18h. O jogo marca o décimo primeiro jogo do Estadual no estádio que foi palco da Copa do Mundo e das Olimpíadas, localizado no bairro Flores, zona Centro-Sul.

De um lado está o Fast, que há mais de 45 anos não levanta a taça do Estadual. O último feito foi em 1971, quando marcou 4×1 em cima do Rodoviária. A participação mais recente numa final de Campeonato Amazonense foi em 2012, quando o Tricolor perdeu para o Nacional por 2 a 1.

Do outro tem o Princesa, que foi campeão em 2013 e vice em 2014 e 2015. Em 2013 o time de Manacapuru venceu o Nacional por 2 a 0 e em 2014 foi derrotado pelo Leão da Vila Municipal por 5 a 2. No ano de 2015, o Nacional venceu o Tubarão por 2 a 1 na Arena da Amazônia.

Para o lateral do Fast, André Luís, o jogo vai ser decidido nos detalhes e a equipe encara com responsabilidade a confiança depositada pelos torcedores. “Estamos felizes, pois o Fast vai disputar a final, mas precisamos da cereja do bolo, pois 45 anos não são 45 dias. Sabemos que muita gente está esperando por isso e nosso compromisso não é apenas com o nosso clube, mas com aqueles que torcem e confiam na gente, que criam expectativas. Aqui nós temos jogadores que já foram campeões, que são experientes, mas ainda não ganharam a taça. Nosso time é uma mescla e precisamos da união de todos, algo que temos”, disse.

Técnico do Princesa, Zé Marco, fala sobre o clima da equipe na véspera de uma grande decisão. “Estamos mais maduros, assim como o Fast, portanto será um grande jogo entre duas equipes de muita qualidade técnica. Esperamos levar a melhor e conquistar esse tão sonhado título”, frisou.

Balanço  

Durante todo o Amazonense, a competição recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), e na final não será diferente. Para valorizar a ‘festa’, a pasta vai oferecer troféus e medalhas personalizadas, além de faixas, sky paper (chuva de prata), e um pódio caracterizado.

“Estamos preparando com muito carinho esta final do Estadual. Já assistimos algumas decisões e todas elas serviram de inspiração para esta. Toda a dedicação é para que os jogadores, clubes em geral, possam se sentir valorizados e, claro, pensando em oferecer uma festa bonita aos olhos do torcedor. Tem muita gente, tenho certeza, que pela primeira vez vai vir assistir a final de um Amazonense e precisamos conquistar e tornar fiel este novo público”, ressaltou o titular da Sejel, Fabricio Lima.

Ainda segundo o Secretário, a comemoração do Campeonato Amazonense não se resume ao título. Isso porque, o Estadual este ano tem alguns números importantes e que merecem destaque, uma vez que contribuíram para valorizar ainda mais a competição.

Pelo Barezão, os estádios abriram seus portões 25 vezes (com a final serão 26). A Arena da Amazônia (Constantino Nery) recebeu 10 jogos, enquanto que Colina (Santo Raimundo) um total de 13, e o Carlos Zamith (Coroado) dois. “Nunca se abriu tanto os estádios para os times locais e, o melhor, sem custos. A Secretaria de Esporte cumpriu seu compromisso e abriu os portões e se encarregou do aluguel, quadro móvel, ambulância e arbitragem. Tudo pensando em ajudar e alavancar o futebol local”, destacou.

Segundo Lima, o Amazonense foi beneficiado pelo Fundo Estadual de Esporte e Lazer (Feel), que recebe recurso financeiro dos eventos privados e jogos de camisa de fora que acontecem nas praças esportivas da Sejel.

Ingressos – Os ingressos para Fast x Princesa serão vendidos na bilheteria D (Flaviano Limongi) da Arena da Amazônia, a partir das 14h deste sábado. A Federação Amazonense de Futebol (FAF) será a administradora da bilheteria e os valores custarão R$ 20 (a inteira) e R$ 10 (a meia), sendo que dos quatro mil bilhetes confeccionados para a partida, três mil serão para meia-entrada e o restante para o ingresso integral. O torcedor que comparecer usando camisa de qualquer clube federado à FAF pagará apenas meia-entrada (R$ 10).

Os portões para a partida vão abrir ao público às 16h e a entrada será pelo portão D. A divisão na arquibancada será da seguinte forma: Norte/Oeste (Fast) / Norte

Load More Related Articles
Load More In Cidades
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…