Com pauta recorde para o ano, a reunião do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus aprovou nesta sexta-feira, 21 de outubro, investimentos na ordem de US$ 1,194 bilhões na implantação e ampliação de 27 projetos industriais. Durante a reunião, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou que os investimentos vêm acompanhados da liberação de recursos de R$ 1,5 bilhão para a área de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento).

Quinta reunião do colegiado da Suframa em 2016, este foi o encontro com maior volume de recursos em análise. Dos 27 projetos, oito são de implantação e 19 de ampliação, diversificação e atualização. A expectativa é pela geração de 1.280 empregos em um período de três anos. “Esses investimentos vão melhorar a arrecadação e o Estado precisa sanar essas deficiências em relação a geração de emprego, renda. É uma nova alternativa. São milhares de empregos nos próximos anos e investimentos de mais de 1 bilhão de dólares”, disse o governador em exercício, Henrique Oliveira.

Reunião – Antes do evento central, Henrique Oliveira, representantes da indústria da Zona Franca de Manaus e a superintendente da Suframa, Rebeca Garcia, tiveram reunião com o ministro Marcos Pereira para cobrar a agilidade na liberação dos Processos Produtivos Básicos (PPB), que são a base para a instalação de novos negócios e a diversificação industrial.

“Por quê tanta demora para a publicação de PPBs e segurar a liberação de PPBs como o de luminárias que já tem parecer aprovado. Zona Franca não é esmola, mas um projeto estratégico para o país que precisa continuar sendo incentivada e preservada”, comentou Henrique Oliveira.

Projetos de destaque da reunião

Um dos maiores destaques da pauta aprovada é o projeto de implantação da empresa Boreo Indústria de Componentes Ltda, ligado ao segmento eletroeletrônico e destinado à produção de placa de circuito impresso montada, bateria para telefone celular e unidade de armazenamento de dados, não volátil, em meios semicondutores. Outro destaque é  o projeto de ampliação da empresa Positivo Informática, voltada a fabricação de telefone.

Para a superintendente da Suframa, Rebeca Garcia, apesar da situação de crise e instabilidade na economia brasileira, os números começam a melhorar para a Zona Franca de Manaus. “Definitivamente em investimentos e geração de empregos esta é a melhor reunião do ano. É um indício de recuperação”, disse.

O ministro Marcos Pereira, que presidiu a 276a reunião do CAS disse que o governo federal está analisando os pedidos da indústria do Amazonas e afirmou que dará prioridade à ZFM. O ministro enalteceu os investimentos aprovados na reunião e destacou que eles virão acompanhados dos recursos para pesquisa e inovação tecnológica da ordem de R$ 1,5 bilhão.

“Além desses números, também teremos investimentos em P&D de 1,5 bilhão de reais o que significa investimento para o conteúdo nacional, as pesquisas, o que é muito positivo para esse momento que estamos vivendo”, destacou o ministro.

Load More Related Articles
Load More In Amazonas
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…