A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), recebeu, nesta quarta-feira, 5, uma série de equipamentos e acessórios para a revitalização do Serviço de Endoscopia da instituição. Os aparelhos foram adquiridos com recursos do Fundo de Promoção Social (FPS) e serão utilizados na realização de, pelo menos, quatro exames essenciais para a detecção e controle dos cânceres de pulmão, colorretal, estômago, útero e endométrio, informou o diretor-presidente da unidade hospitalar, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci.

De acordo com ele, os equipamentos exigiram R$ 632,8 mil em investimentos e ajudarão a ampliar a oferta do setor, além de otimizar a realização de exames. O hospital recebeu quatro aparelhos: vídeo-endoscópio, broncoscópio e colonoscópio, além de pinças para histeroscopia e um novo monitor. “Com os novos equipamentos, poderemos atender um número maior de pacientes, tendo em vista a grande demanda de exames registrada pela Fundação, hoje considerada referência no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental”, explicou Ricci.

Os exames realizados através dos novos equipamentos são: endoscopia digestiva, broncoscopia, colonoscopia e histeroscopia. “São procedimentos essenciais para o diagnóstico de neoplasias malignas, e que podem ou não ser acompanhados das biópsias, que são as retiradas de fragmentos para análise patológica, uma etapa importante para a confirmação do diagnóstico de câncer”, destacou.

Ricci explica que a maior parte desses exames já é ofertada pela FCecon. Contudo, em menor escala. A chegada dos novos equipamentos é uma das etapas do processo de fortalecimento e ampliação da Política de Atenção Oncológica no Amazonas, uma das prioridades do Governo do Estado na área da saúde, e que recebeu, nos últimos meses, um aporte importante para a ampliação dos serviços e atendimentos.

Pronto Atendimento volta a funcionar

“Um dos repasses do Fundo de Promoção Social nos possibilitou restaurar a climatização do nosso Pronto Atendimento Oncológico, com a instalação de novas centrais de ar-condicionado. O setor esteve fechado por alguns dias para reforma que levará mais conforto e bem-estar aos pacientes. O atendimento foi restabelecido na última quarta-feira, 5”, ressaltou o diretor.

Ele explicou que, só em 2016, o FPS liberou à FCecon, R$ 2,35 milhões para melhorias significativas, como a aquisição de poltronas para acompanhantes, agulhas para biópsia mamária, um colposcópio, uma fonte radioativa de cobalto, condicionadores de ar e aparelhos para o Serviço de Endoscopia.

Outro avanço importante citado por Ricci ocorreu em agosto deste ano, com a inauguração de um novo aparelho de radioterapia na Fundação Cecon. Além de representar uma inovação tecnológica na rede pública estadual de saúde, o Acelerador Linear ajudou a duplicar a oferta desse tipo de tratamento na unidade, reduzindo, consequentemente, o tempo de espera do paciente. “A expectativa, agora, é para a inauguração do próximo Acelerador Linear, cuja obra para abrigá-lo é financiada pelo Governo Federal e já está em andamento na instituição. A previsão é que ele passe a funcionar em 2017”, concluiu Ricci.

Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas
Comentários estão fechados.

Verifique também

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…