A quinta reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), a penúltima do ano, vai deliberar sobre uma pauta que relaciona 34 projetos industriais com investimentos estimados em R$ 1.411 bilhão e 1.046 vagas no mercado de trabalho, no período de até três anos. A reunião do Codam acontece no dia 27, no auditório da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI), localizada na Rua Rua Major Gabriel, nº 1870 – Praça 14 de Janeiro, zona Sul de Manaus.

Os destaques da pauta da 264ª reunião do Conselho, disponível na página www.seplancti.am.gov.br item Destaques, são os projetos da Foxxconn Moebg para a fabricação de rádio com reprodutor de CD/DVD/CVD, no valor de 144.986 milhões e o da Qualitech Indústria e Comércio para a produção de receptores de sinal de televisão, estimado em R$ 80.544 milhões. A Masa encaminhou proposta de produção de motonetas recursos de R$ 53.385 milhões.

O Codam é a instância do Governo responsável pela aplicação da política de incentivos fiscais do Amazonas. O Conselho é formado por 18 representantes de órgãos e instituições como Suframa, Sefaz, Prefeitura de Manaus, sindicatos de trabalhadores e de empresários.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a pauta da reunião a ser realizada amanhã representa mais do dobro de investimentos. Em outubro de 2015, foram aprovados 28 projetos industriais com recursos projetados em R$ 537,90 milhões.

Na reunião anterior do Codam, realizada dia 1º de setembro, os conselheiros aprovaram 34 projetos industriais estimados em R$ 3.231 bilhões e 2.834 vagas no mercado de trabalho ao longo de três anos. A maior parte desse volume de investimentos – um total de R$ 2.751 bilhões – foi direcionada para o setor de componentes, os bens intermediários voltados para a fabricação de produtos finais.

O destaque da pauta aprovada pelo Codam foi o projeto de produção de bens intermediários da Boreo Indústria de Componentes, estimado em R$ 2.036 bilhões e mais de 900 empregos,  para a fabricação no Polo Industrial de Manaus de placas de circuito montadas, unidades de armazenamento de dados e bateria para telefone celular.

Também foi aprovado o projeto da Videolar-Innova  para a produção de chapa, folha, fita e película de plástico expansível no valor de R$ 280 milhões e 98 empregos. A Masa da Amazônia teve autorização para fabricar telefone celular a um custo de R$ 73 milhões e 104 vagas no mercado de trabalho.

Balanço – No acumulado ano, incluindo os valores da pauta a ser votada amanhã, o Codam aprovou um total de 179 projetos que somam R$ 7.544 bilhões e 3.732 postos de trabalho no período de até três anos. A próxima reunião está prevista para o dia 4 de dezembro.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em economia
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…