Na tarde dessa terça-feira, dia 11, o Secretário de Infraestrutura do Amazonas, Américo Gorayeb Júnior, liberou o acesso à Ponte do Pêra, em Coari, em nome do Governador do Estado do Amazonas José Melo. Na ocasião, também esteve presente a equipe técnica de engenheiros da Secretaria de Infraestrutura do Estado do Amazonas (Seinfra) responsável pela obra.

 “Hoje, fizemos a inspeção final. Sob o ponto de vista técnico, a ponte está perfeita e com o tráfego liberado”, enfatizou o Secretário Américo Gorayeb Júnior. A ponte beneficiará mais de 83 mil habitantes do município, facilitando o acesso às escolas, hospitais, comércio, entre outros setores que movimentam a cidade.

“Quando não existia essa passarela, tínhamos que enfrentar a ponte de madeira com lama, com risco ainda de se acidentar. É um acesso que faz toda a diferença em nossa vida”, disse a moradora do bairro do Pêra, Mirian Mariz.

ponte-do-p_ra_abertura-3Construída em estrutura mista de concreto com partes metálicas, com 122 metros de comprimento e 12 metros de largura, a ponte ligará o centro do município de Coari aos bairros do Pêra I, II, III e IV e Chagas Aguiar.

Para dar acesso à ponte, foram construídas duas vias – uma de cada lado, sendo uma com 100 metros de extensão e 12 metros de largura, ligando ao centro da cidade; e outra com 160 metros de extensão por 12 de largura, ligando ao bairro do Pêra. A execução da obra ficou sob responsabilidade da construtora MCW Construções, Comércio e Terraplanagem Ltda. e recebeu investimento na ordem de R$ 13.908.389,56.

A ponte possui quatro vãos intermediários de 30 metros cada um, mais os dois encabeçamentos em ambas as margens do rio, construídos com estrutura de geocélula, o que oferece maior durabilidade e vida útil à construção.

A ponte do Pêra também possui duas faixas de 4,5 metros de largura para circulação de veículos e duas faixas laterais destinadas à circulação de pedestres. Estas últimas terão 1,50 m de largura cada uma.

Sobre Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

ponte-do-p_ra_abertura-4Criada desde 2003, a secretaria formula políticas públicas de infraestrutura em áreas prioritárias como de transportes, energia, telecomunicações, saneamento básico e urbanização. Também busca viabilizar programas e projetos de infraestrutura com vistas ao desenvolvimento sustentável do Estado do Amazonas, bem como investir na abertura e conservação da malha de ramais, vicinais e estradas essenciais à circulação da população e escoamento da produção. A Seinfra atua também no acompanhamento, fiscalização e recebimentos de obras e serviços de engenharia de interesse da Administração Direta.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…