Evento debate novos modelos de prevenção e qualidade de vida dos idosos. Seminário segue até quarta-feira com programação gratuita.

Médicos, pesquisadores e sociedade estão reunidos no ‘14º Seminário Amazônico de Geriatria e Gerontologia’ para discutirem novos modelos de prevenção e qualidade de vida dos idosos. O evento começou nesta terça-feira, dia 8, e termina na quarta-feira, (9), no Auditório da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), localizado na Avenida Mário Ypiranga, Nº 3950, bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul. O evento é uma realização da Universidade Aberta da Terceira Idade da Universidade do Estado do Amazonas (UnAti-UEA).

O diretor-presidente da UnATI, o médico Euler Ribeiro, destaca ainda que pretende, durante o Seminário, mobilizar a sociedade para a construção de uma casa-laboratório da UnAti-UEA. “Em Madrid temos o exemplo de um hospital para cuidados preventivos com o idoso. Queremos o apoio de indústrias do PIM, como a Samsung, para patrocinar a construção de uma casa-laboratório com o objetivo de cuidar de pessoas fragilizadas”, explicou.

O médico Manoel Grandal, do Hospital de Madrid, palestrou sobre o “Modelo Poveda de reabilitação e recuperação de idosos pós-internações hospitalares”. “O hospital de Madrid utiliza a telemedicina para evitar que as pessoas se desloquem até o local. As informações também são disponibilizadas na Internet para facilitar a vida da família e do idoso. Há a possibilidade de implantar o modelo no Brasil”, destacou.

O Reitor da UEA, Cleinaldo Costa, explica que essa é a parte mais importante da UnAti, pois ela aplica o conhecimento diariamente e dialoga com a comunidade. “É um trabalho de resgate de qualidade de vida que a UnAti-UEA proporciona. Existem também as pesquisas em parceria com universidades nacionais e estrangeiras”, salientou.

Sobre o Seminário
O 14º Seminário Amazônico de Geriatria e Gerontologia tem como tema ‘Delineando Modelos de Cuidados Adaptáveis em Saúde e sem Fronteiras’. O objetivo do encontro é discutir e refletir novas práticas de atenção e prevenção à saúde dos indivíduos e qualidade de vida do idoso no contexto amazônico. A programação segue durante toda a terça-feira (8) com palestras, mesas redondas, debates, apresentação teatral e exposição de banner. O seminário reúne pesquisadores locais, nacionais e internacionais.

Na quarta-feira (9), 9h30, o professor Toshiro Aigaki, da Tokyo Metropolitan University, ministrará a palestra “Ação na ampliação da longevidade e no espectro sexual das drosófilas (moscas)”. “É importante participar de seminários na região, principalmente em relação as pesquisas do guaraná. Fiquei encantado com o poder do fruto da Amazônia”, observou.

FOTOS: JOELMA SANMELO/UEA

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Brasil
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…