Abordando temas como diversidade, identidade, gênero e cultura dentro do universo literário, a Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida, localizada no bairro Nossa Senhora Aparecida, zona sul de Manaus, realizou na manhã nesta quarta-feira (9), a terceira edição de sua Mostra Literária Interdisciplinar. O evento contou com a participação de mais de 500 estudantes do Ensino Médio. 

Organizados em salas temáticas, os estudantes apresentaram assuntos como   “Literatura de cordel e xilogravuras”; “Literatura de cordel e cantigas de amor”; “Literatura de cordel e cantigas de escárnio”; “Índios e lendas”; “As mulheres machadianas e o conto “A cartomante”, uma adaptação em cena; “A importância da mulher na sociedade e na cultura”; “Loucura e identidade em “O alienista”, de Machado de Assis”; “As desigualdades sociais em “O auto da Compadecida”; “O espelho”: gênero, diversidade e cultura em Machado de Assis”; “Preconceito: machismo e a luta pelo respeito”; “Turma da Mônica e as más influências”; e “A importância da representatividade dos quadrinhos em gêneros e etnias”.

A proposta da Mostra Literária, segundo o professor de língua portuguesa e coordenador do projeto, Alexandre Figueiredo, é incentivar os estudantes a identificarem, nos diferentes gêneros literários, questões com diversidade social, aspectos culturais, além de temáticas que estão presentes na sociedade.

“Essa atividade é a reunião de dois projetos da escola, um deles voltado apenas à literatura e o outro que abordava a questão da diversidade cultural e também temas polêmicos que estão sempre sendo debatidos na atualidade. Por isso, associamos as duas vertentes e desenvolvemos essa mostra literária interdisciplinar. Neste ano, assim como nas edições anteriores, a ideia é que os estudantes identifiquem nos diferentes gêneros literários questões como bullying, homofobia, entre outras temáticas”, explicou o professor.

As apresentações foram avaliadas por professores da escola e também por professores de outras escolas da rede pública estadual.

Histórias em quadrinhos – Fazendo uma análise crítica sobre os personagens da Turma da Mônica, os estudantes do 3º ano do Ensino Médio encontraram questões presentes nas histórias e que me muitas vezes passam despercebidas pelos leitores, como a questão do bullying e da obesidade.

Para a aluna Laura Soares Souza, 17, há muitas mensagens subliminares nas histórias de Maurício de Sousa, que devem ser destacadas. “Analisando as histórias em quadrinho da Turma da Mônica, encontramos aspectos como o bullying, enfrentado pela personagem “Mônica” e a questão da obesidade, a qual fica evidente no apetite insaciável da personagem “Magali”. A nossa ideia foi encontrar essas mensagens subliminares e fazer uma crítica, já que essas histórias são lidas por crianças”, explicou a estudante.

A gestora da escola, professora Tarcinara Tavares, elogiou o trabalho apresentado pelos estudantes e reforçou a importância do projeto. “Essa atividade é uma forma para que os alunos tenham acesso ao estudo das diferentes culturas e a partir disso respeitar as diferenças, pois o preconceito muitas vezes só acontece devido à falta de conhecimento. Além disso, é um projeto que estimula o aprendizado da literatura de maneira mais prazerosa, seja através da música, dança e teatro”, afirmou a gestora.

Administrada pela Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), a Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida pertence à Coordenadoria Distrital de Educação 1, que é responsável por gerenciar as escolas estaduais localizadas na zona sul de Manaus. A escola é responsável pelo atendimento a 540 estudantes, matriculados na modalidade de ensino médio.

FOTOS: EDUARDO CAVALCANTE/SEDUC

Load More Related Articles
Load More In Artistas
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…