Quatro profissionais foram premiados nas categorias Internet, impresso, fotojornalismo e audiovisual, na noite desta quinta-feira

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), realizou, na noite desta quinta-feira, dia 24, a solenidade de premiação da 7ª edição do Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. A cerimônia realizada no auditório da Samsung Ocean, no bairro Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus, reconheceu os melhores trabalhos jornalísticos que contribuíram, em 2015, para a divulgação e a popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação nos meios de comunicação do Amazonas.

Profissionais e representantes da área de comunicação, além de autoridades de instituições de ensino e pesquisa participaram da solenidade de entrega do prêmio. Neste ano, a comissão recebeu 27 inscrições. Sete concorrentes nas categorias impresso, TV, Internet e fotojornalismo chegaram à final.

Na categoria Internet, a profissional premiada foi Camila Mitoso Henriques, do portal de notícias g1/Amazonas. Na categoria impresso/revista, a vencedora foi a jornalista Isabelle Valois, do Jornal A Crítica. No segmento audiovisual – reportagem ou videorreportagem, o vencedor foi José Augusto Souza Júnior, da TV A Crítica. Na categoria fotojornalismo, o vencedor foi Leandro Virgílio Tapajós, do g1/Amazonas. Durante a cerimônia, o diretor-presidente da Fapeam, René Levy Aguiar, afirmou que o prêmio realizado, nos últimos sete anos, é uma forma de reconhecer o trabalho dos profissionais da área de comunicação em prol do desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no Amazonas. Levy enfatizou ainda o trabalho da agência de fomento e informou que o Estado tem sido referência no país em relação ao desenvolvimento científico e tecnológico. Além do trabalho realizado na área de popularização da ciência.

“A Fapeam agradece todo o trabalho que vem sendo feito pelos profissionais e veículos de comunicação. Esse é um momento muito especial para todos nós, principalmente, para a Fapeam. Temos nos esmerado muito para levar uma missão muito nobre que é o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no Amazonas”, disse René Levy Aguiar.

Na ocasião, o Secretário Executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Estevão Monteiro de Paula, disse que o jornalismo científico tem um papel importante no desenvolvimento da ciência. “É preciso informar para popularizar a ciência. A responsabilidade desse profissional é bem grande. E essa informação pode melhorar muito que temos a desenvolver no cenário de ciência e tecnologia”, informou.

Os trabalhos vencedores receberam um troféu de acordo com as categorias e níveis, definidos no edital.

O Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico ainda concedeu Menção Honrosa aos profissionais de comunicação que desenvolvem trabalhos na popularização da ciência no Amazonas. A menção honrosa de “Jornalista Amigo da Ciência – Impresso” foi para a jornalista Annyelle Bezerra, que já atuou em diversos veículos, como o jornal Diário do Amazonas. Já a menção honrosa de “Jornalista Amigo da Ciência – TV” foi para profissional Janaina Miléo, da TV Amazonas. Além disso, o jornal A Crítica foi agraciado com a menção honrosa de Veículo de Massa amigo da Ciência.

FOTOS: VÍTOR SOUZA

Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas
Comentários estão fechados.

Verifique também

MPT encontra indícios de demissão discriminatória por idade na Estácio de Sá

Levantamento feito em uma lista de 77,8% dos professores dispensados mostra que eles têm m…