A Polícia Civil do Amazonas, por meio das equipes do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), em conjunto com servidores que atuam na Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), deflagrou na tarde de terça-feira, dia 20, ação policial que resultou nas prisões, em flagrante, de cinco pessoas envolvidas com o tráfico de drogas no Estado. Com o grupo foram apreendidos cerca de 40 quilos de substâncias entorpecentes, entre pasta base de cocaína e maconha do tipo skunk.

Tatiane Gomes de Souza, 28; Roberto de Souza Ramos, 42; Henrique Rodrigues Argote, 55, conhecido “Quick”; Deibi Tomaz Andrade, 39, e Sildomar Vieira Andrade, 60, foram apresentados durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira, dia 21, no prédio da Delegacia Geral, zona Centro-Oeste da cidade. De acordo com o diretor do Denarc, delegado Paulo Mavignier, a ação, que resultou na prisão do bando, foi deflagrada por volta das 17h.

Conforme Mavignier, os trabalhos iniciaram com a interceptação de Tatiane e Roberto em um ônibus de transporte intermunicipal, na Avenida Coronel Cyrillo Neves, bairro Compensa, zona Oeste de Manaus, logo após a Ponte Rio Negro, no momento em que eles retornavam de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital, com cerca de 13 quilos de drogas em uma mala. Após a abordagem, os infratores informaram que o restante do material ilícito estaria em um barco com câmara frigorífica ancorado no Porto de Manacapuru.

Em ato contínuo, as equipes se deslocaram ao local indicado e realizaram revista minuciosa na embarcação onde estavam Henrique, Deibi e Sildomar. No barco encontraram o restante das substâncias ilícitas, aproximadamente 27 quilos, em um dos camarotes. Também foram apreendidos R$ 12 mil em espécie. Segundo o delegado, a embarcação foi apreendida durante a ação e conduzida à Delegacia Fluvial (Deflu), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Ao longo da coletiva de imprensa o diretor do Denarc explicou que o grupo estava sendo investigado há cerca de um mês. Mavignier disse que as equipes receberam denúncia anônima informando que o bando estaria chegando no último domingo, dia 18, de Tabatinga, município distante 1.108 mil quilômetros em linha reta de Manaus, trazendo em um barco grande quantidade de drogas. Na ocasião, as equipes do Denarc montaram barreiras no rio, nas proximidades de Manacapuru, mas não conseguiram encontrar irregularidades.

“Após o recebimento da primeira denúncia fizemos abordagens, mas não encontramos drogas. Na manhã de ontem recebemos novas informações de que as substâncias ilícitas estariam escondidas em um compartimento secreto, embaixo do motor do barco, e que ontem o material já estava em um dos camarotes da embarcação. O delator informou ainda que um homem e uma mulher, com as características de Roberto e Tatiane, seriam os responsáveis pela droga que estava sendo transportada para Manaus”, esclareceu Mavignier.

Para concluir, a autoridade policial explicou que as equipes do Denarc, Seai e Fera estão investigando tanto as pessoas que enviam essas drogas de Tabatinga, quanto as receptoras em Manaus. “Quase sempre logramos êxito na interceptação dessas drogas antes que cheguem a Manaus e sejam distribuídas”, pontuou o diretor do Denarc.

Tatiane, Roberto, Henrique, Deibi e Sildomar foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Ao término dos procedimentos cabíveis, os quatro homens serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão aguardar julgamento. Tatiane será conduzida ao Centrode Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Fotos: Divulgação

Load More Related Articles
Load More In Amazonas
Comments are closed.

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…