A venda dos ingressos para a Superliga Feminina de Vôlei iniciou na manhã desta quarta-feira, dia 21, na Arena Amadeu Teixeira, e teve gente que já ‘correu’ para garantir lugar no jogo entre São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Vôlei Nestlé (Osasco/SP). A competição, que abre a temporada 2017 de disputas do evento nacional, acontece dia 7 de janeiro, na Arena Amadeu Teixeira, localizada na Loris Cordovil, a partir das 20h. O evento recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Primeira a adquirir os bilhetes que dão acesso ao jogo, dona Roseneide Oliveira, de 65 anos, era só felicidade. A aposentada afirma que prefere se programar com antecedência para os eventos e, por isso, não perdeu tempo quando soube que a venda começava hoje. A moradora do Bairro São José, na Zona Leste da Capital, comprou dois ingressos, um para ela e outro para o filho Stanley Pereira, 26, e conta que sempre foi uma apaixonada pelo esporte. Esta vai ser a segunda vez que ela vai prestigiar a Superliga em Manaus.

“Na primeira vez, no jogo de novembro, eu e meu filho torcemos pelo Dentil/Praia Clube, que ganhou do São Caetano.  Foi uma emoção muito grande ver de perto jogadoras maravilhosas que fizeram uma grande partida. Por isso, pretendo participar de todos os jogos que acontecerem aqui, pois é uma oportunidade única. Desta vez, a minha torcida vai para o Nestlé e já estou preparada para tietar todas as jogadoras”, disse dona Roseneide.

O morador da Cachoerinha, Mário Tenório, foi o segundo a adquirir o passaporte. Segundo ele, a torcida vai para o time de Dani Lins (Nestlé), de quem é fã. “Vai ser maravilhoso receber a Superliga na nossa Cidade e a festa promete ser bonita em quadra, pois elas jogam muito. Admiro muito o trabalho da Dani Lins, e espero poder acompanhar o desempenho dela bem de perto. Este ingresso, com certeza, é meu presente de natal antecipado”, destacou.

De acordo com o gestor de eventos da Sejel, André Galvão, um total de 10 mil bilhetes foram colocados à venda. Na Superliga de novembro, em Manaus, 4.765 pessoas foram conferir São Caetano x Dentil/ Praia Clube, e a expectativa é que este número aumente para o jogo de janeiro. “Na primeira Superliga que tivemos em Manaus o evento registrou o maior público da competição nacional e agora queremos quebrar este recorde. Por isso, convido toda a população a comparecer, torcer, e fazer a alegria das jogadoras”, destacou.

Agora vai!

Outro que também chegou cedo para adquirir os ingressos foi Thiago Araújo, 31. Ele não pode comparecer no primeiro jogo, mas prometeu para a mãe, Vitória Araújo, e para a namorada, Camila Funes, que na partida de São Caetano (SP) x Vôlei Nestlé, eles estariam presentes. O bilhete, pelo menos, agora já está em mãos.

“Ficamos muito frustrados por não poder ter ido para o primeiro jogo, pois eu estava em uma viajem a trabalho. Porém, desta vez, vamos estar lá firmes e fortes para acompanhar o Nestlé, que é o nosso time de coração. Tenho certeza que vai ser um belo jogo”, comentou Araújo.

Ingressos

O ticket para São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Vôlei Nestlé (Osasco/SP) tem valor único de R$30 (arquibancada superior), R$50 (arquibancada inferior), R$100 (área vip). Os valores correspondem para os já beneficiários de meia-entrada (idosos, terceira idade, estudantes, PCDs) e o público em geral mediante a 1 kg de alimento não perecível. Aqueles que na hora da compra não apresentarem o alimento pagam inteira. Toda a arrecadação será doada posteriormente.

A venda no único ponto físico, na Arena Amadeu Teixeira, vai de 9h às 18h, em todos os dias da semana e aos sábados.  O público ainda tem a opção de realizar a compra também pelo site www.guicheweb.com.br/. Os bilhetes poderão ser adquiridos no dinheiro ou cartão de crédito.

Ingressos/ Valores

Arquibancadas Superior

Preço único de R$30

Arquibancada Inferior

Preço único de R$50

Entradas VIP (cadeira)

Valor: R$100

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…