O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) realizou, de 18 a 25 de novembro, mais uma operação em parceria com o Batalhão de Policiamento Ambiental, desta vez na RDS do Uatumã nos rios de Uatumã e Jatapu, passando pelos municípios de Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Urucará e Presidente Figueiredo.

A Operação Uatapu resultou na apreensão de madeira, quelônios, pescado, além da aplicação de R$ 133.040,00 em multas. O foco principal foi coibir a pesca comercial, extração de madeira e captura de animais em risco de extinção (quelônios).

Foram notificadas sete atividades ilegais referente à pesca de espécies proibidas, somando multas que ultrapassaram R$ 100 mil, a infratores como pescadores, fazendeiros, agricultores e extrativistas. Madeira sem documento de origem fiscal (DOF) e 18 quelônios da espécie Tracajá foram apreendidos. Os quelônios foram devolvidos ao seu habitat natural.

Cerca de 1.700kg de pescado ilegal apreendido na operação foi doado para as comunidades carentes da reserva e dos entornos da região.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/IPAAM

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Era do ouro: Humaitá se torna potência econômica e turística no Amazonas

Cultura, turismo e emprego colocam Humaitá no Mapa do Turismo Brasileiro 2017 foi um ano i…