A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), através da Resolução 001/2017 do Conselho Superior da instituição, criou a Defensoria Pública Especializada na Execução de Medidas Socioeducativas da Infância e Juventude, núcleo que vai acompanhar o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) na execução dessas medidas. O defensor público geral do Amazonas, Rafael Barbosa, afirma que o núcleo integra ações da DPE-AM voltadas à defesa dos direitos da criança e do adolescente e, ainda, ao trabalho de prevenção à criminalidade.

“Teremos, com a Especializada, um trabalho ainda mais voltado ao enfrentamento da criminalidade na infância e juventude, ajudando a mitigar os problemas que levam crianças e jovens a seguir o caminho do crime. Com esse acompanhamento, a Defensoria Pública estará mais próxima desses jovens, ouvindo suas demandas e compartilhando, com os demais órgãos do poder público, diretrizes para uma política voltada, de fato, à inclusão social”, afirmou Rafael Barbosa.

A Resolução que cria a Defensoria Especializada na Execução de Medidas Socioeducativas determina que o defensor público titular do núcleo realize visitas semanais a todas as unidades do sistema de atendimento de crianças e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, bem como apresente relatório das visitas à Corregedoria Geral da DPE-AM.

O núcleo será responsável por tomar todas as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis ao fiel cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente na execução das medidas socioeducativas, sejam elas de natureza individual e coletiva.

A Defensoria Pública está montando a estrutura do novo núcleo, que vai funcionar no mesmo espaço do Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Infrator, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, onde também funcionam a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEEAI), a Defensoria Especializada da Infância e Juventude Infracional, o Juizado da Infância e Juventude Infracional e a Promotoria da Infância e Juventude. A defensora pública Juliana Lopes é a titular da Defensoria Pública Especializada na Execução de Medidas Socioeducativas da Infância e Juventude e já está elaborando o cronograma de visita às unidades socioeducativas de Manaus.

Outros núcleos da infância e juventude – Na área infracional, a DPE-AM mantém a Defensoria Especializada da Infância e Juventude Infracional, que atua na defesa judicial de crianças e adolescentes infratores, garantindo o devido processo legal e ampla defesa. Já a Defensoria Especializada da Infância e Juventude Cível, no bairro São Francisco, zona sul, atua na proteção integral da criança e do adolescente, atendendo demandas relacionadas à guarda e adoção, pedidos de liberação de crianças e adolescentes acolhidos institucionalmente, acesso ao ensino público, entre outras previstas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

Por: Cristiane Mota

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá
Comments are closed.

Leia mais

JAMBUBIER, CERVEJA AMAZÔNICA, PARTICIPA DE FEIRA NACIONAL

Festival Brasileiro da Cerveja em Blumenal – Santa Catarina é palco para apresentação da c…