Em seu primeiro ato oficial como prefeito de Maués, Júnior Leite anunciou durante a cerimônia de posse no último dia 1º de janeiro, a reativação do sistema de saúde municipal com a chegada de uma equipe de médicos, cirurgiões e enfermeiros que já está atendendo a população ainda nas primeiras horas de 2017, corte nas próprias diárias de viagens, o nome do presidente da Comissão de Transição, Edmundo Costa, para a Secretaria Municipal de Planejamento e Administração e também a redução e junção de secretarias municipais.

Com uma população superior a 60 mil habitantes, Maués é o sétimo município mais populoso do Amazonas (IBGE), e nos últimos anos sofreu um colapso em seu sistema de saúde, com o fechamento de várias unidades de atendimento na zona urbana e rural e também a falta de profissionais, equipamentos e remédios.

 “A partir de agora, a prioridade da prefeitura é a saúde da população. Não vamos medir esforços e nem descansar até transformar o sistema de saúde de Maués em um modelo para os demais municípios do Amazonas”, afirmou Júnior Leite em seu pronunciamento no Ginásio Poliesportivo Pe. Leão Martinelli, local da cerimônia de posse.

Com um dos maiores índices de câncer de colo do útero do Estado, o prefeito também anunciou a criação do Programa Saúde da Mulher, que inclui a construção de um centro de saúde específico para esta finalidade e a retomada dos exames preventivos por imagem.

Ainda na área de saúde, Júnior Leite anunciou a reabertura da Clínica de Olhos e a volta das jornadas eletivas de cirurgia.

Cortes

        Na área administrativa, a primeira medida do novo prefeito foi reduzir as diárias de deslocamento para Manaus. O decreto foi enviado à Câmara Municipal de Maués. “É injusto uma diária que é quase o valor do salário mínimo do trabalhador por mês. Somente para se deslocar à Manaus, o prefeito recebia R$700 por dia como bonificação. Isso acaba”, destacou Leite.

        Outra medida para reduzir os gastos públicos é a extinção de cargos comissionados e a fusão de secretarias. Segundo o prefeito, nos próximos dias, será anunciada a real situação financeira do município.

        “É uma questão de respeito ao povo de Maués. Somente o Fundo de Previdência Municipal está devendo mais de R$ 27 milhões. Vai levar um tempo para reconstruirmos tudo, mas Maués voltará a ser grande”, disse o prefeito Júnior.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Maués Folia 2018 terá 42 horas de festa na Terra do Guaraná

Começa neste sábado (10) o Maués Folia 2018, evento promovido pela prefeitura da Terra do …