A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) realizaram na manhã desta quinta-feira (12) o procedimento de revista no Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM), dando continuidade aos procedimentos de revista nas unidades prisionais.

As revistas da Seap com a PM iniciaram na última quinta-feira (5), na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). Em seguida, os procedimentos continuaram no regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) no dia 6 de janeiro, no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat) no dia 7 de janeiro e no regime semiaberto do Compaj no dia 10 de janeiro.

Todas as áreas e pavilhões da unidade foram revistados minuciosamente, onde foram encontrados diversos objetos ilícitos, tais como R$ 725,95 em células de dinheiro, 10 porções de entorpecentes, 23 joias, 381 estoques, 45 ferramentas, 66 celulares, três algemas, 32 carregadores de aparelho celular, três pingentes, 53 “terezas” (corda feita de lençol) e uma balança de precisão.

A revista contou com efetivo de cerca de 150 policiais militares das tropas do Comando de Policiamento Especializado (CPE): Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Comando de Operações Especiais (COE), Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), Cavalaria, Grupamento de Manejo de Artefatos e Explosivos (Marte), Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer) e Força Tática, além de servidores da Seap, uma equipe do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) da Polícia Civil e Exército Brasileiro.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…