As empresas fomentadas pela Fundação por meio dos programas de apoio a inovação participaram do evento

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) encerrou no fim da tarde desta quinta-feira (27) o Seminário de Avaliação de Projetos de Inovação Tecnológica 2017. Os empreendedores apresentaram resultados parciais e finais de projetos fomentados pela Fapeam em parceria com Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Onze consultores externos avaliaram as propostas dos empresários e os programas geridos pela Fapeam.

As propostas avaliadas foram desenvolvidas no âmbito dos programas de Subvenção Econômica à Inovação Tecnológica em Micro e Empresa de Pequeno Porte (Tecnova-AM) e o de Apoio à Pesquisa em Empresas na Modalidade Subvenção Econômica a Micro Empresas de Pequeno Porte (Pappe Integração).

Segundo a diretora técnico-científica da Fapeam, Andrea Waichman, o seminário foi finalizado com o balanço positivo. Ela ressaltou que além da avaliação o seminário promoveu a trocas de experiências entre os empresários e os consultores, que receberam orientações para aprimorarem seus processos e produtos. Além disto, foi realizada uma avaliação geral do desempenho dos programas de fomento à inovação com a finalidade de ter sugestões para o aprimoramento dos mecanismos de apoio à inovação em micro e pequenas empresas.

“Nós conseguimos não só dialogar com os empresários, mas eles mostraram, de forma efetiva, como conseguiram avançar nos seus processos e produtos. Muitas vezes quando recebemos o relatório escrito não conseguimos ter a real dimensão desse avanço e, dialogando com os empresários conseguimos ver o resultado do investimento que o Governo vem realizando com as micro e pequenas empresas no âmbito dos programas de subvenção econômica para a inovação”, disse Andrea.

Outro fator determinante para o bom andamento do Seminário de Avaliação foi o envolvimento dos consultores externos. Ao longo dos dois dias, o grupo de consultores formado por onze profissionais de diversas áreas como a de alimentos, TI, engenharia e a área ambiental entre outras, trocaram conhecimentos e experiências com os empreendedores.

Para a diretora técnico-científica da Fapeam, a participação dos consultores é relevante não só no sentido de orientar os empresários, mas também para promover melhorias nos programas de subvenção econômica que apoiam a inovação no Estado do Amazonas. “O balanço da atuação dos consultores é positivo. Eles auxiliam e ajudam, orientando os empresários na melhoria dos seus produtos”, destaca a diretora.

A consultora Bely Pires, de São Paulo, atuante na área ambiental, conta que a participação no seminário foi gratificante e que o apoio da Fapeam aos novos empreendimentos deve ser continuo, afinal, segundo ela, o Amazonas tem um potencial gigantesco.

“Percebemos no seminário que há importantes possibilidade de inserção de novos produtos e empreendimentos, em diversas áreas desde TI até a área ambiental. Acredito que é importante apoiar também o processo de orientação de planos de negócios mais bem estruturados, para um melhor resultado. Temos aqui ideias muito promissoras. A ação da Fapeam precisa se manter”, disse a administradora.

Para o consultor Mauro Lima, de Minas Gerais, os projetos apresentados durante o seminário são promissores e podem gerar conquistas para o Estado do Amazonas. Segundo o engenheiro, os empresários sabem onde estão e onde querem chegar.

“Os trabalhos são muito bons. Claro que existe uma diferença substancial entre eles, principalmente na questão do avanço. Alguns ainda têm um longo caminho a seguir e outros estão bastante adiantados. Mas minha percepção, participando pela primeira vez do seminário pela Fapeam, é que o processo inteiro foi muito bem conduzido. Praticamente todos os empreendedores têm uma segurança muito grande no trabalho que estão desenvolvendo”, disse Lima.


*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria ( Anuncie aqui)

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…