O Dia D de Vacinação contra a Influenza, neste sábado, 13 de maio, mobiliza agentes de saúde nos 62 municípios do Amazonas, com a meta de alcançar,  até o próximo dia 26 de maio 900 mil pessoas do chamado grupo de risco: crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos, pessoas com mais de 60 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, pessoas com doenças crônicas, profissionais da saúde e da educação, população privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O diretor presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, visitou unidades de saúde de Iranduba e Manacapuru, na região Metropolitana de Manaus. Segundo ele, o Estado está preparado para o desafio de alcançar a meta com a intensificação da campanha em todas as unidades de Saúde estaduais e dos municípios. A campanha de vacinação acontece desde o dia 17 de abril e, até a sexta-feira (12), cerca de 170 mil pessoas já haviam sido vacinadas no Estado.

“Estamos aqui no município de Iranduba presenciando essa intensificação que está sendo reproduzida nos 62 municípios. O Estado do Amazonas tem uma meta a cumprir de quase 900 mil pessoas vacinadas dentro dos chamados grupos de risco. Gostaria de aproveitar a oportunidade e convocar as crianças menores de cinco anos de idade, os idosos, as gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, incluindo-se hoje também a os trabalhadores da área de educação, além das pessoas portadoras de doença crônicas”, disse Bernardino.

SOBRE A INFLUENZA- Considerada uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, a gripe é transmitida pessoa a pessoa, ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, pois isso as recomendações são as lavagens das mãos, o uso de álcool gel e  evitar ​lugares ​aglomerados.

A FVS através do monitoramento das unidades sentinelas percebeu o aumento de  casos de Síndromes de Respiratória Grave (SRAG)​, sobretudo em Manaus​, com maior positividade para os vírus do tipo sincicial respiratório, influenza B e influenza H3N2. Até o momento foram  registrados 212 casos da doença sendo positivos 106 casos para o vírus sincicial respiratório, 47 casos para H3N2 e 44 casos para Influenza B. As faixas etárias mais atingidas são crianças menores de cinco anos e idosos.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades

Leia mais

Técnicos da Susam percorrem municípios, implementando as ações do plano de reconstrução da rede de saúde no interior

Os técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) já completaram este mês 18 municípios…