Serão implantados dez escritórios regionais no interior do estado e uma Unidade Básica Fluvial de Fiscalização para aumentar a cobertura das ações realizadas pelo Ipem-AM.

O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), obteve junto ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), aprovação para a implantação de dez escritórios regionais e uma Unidade Básica Fluvial de Fiscalização (UBFF), que atuarão em conjunto para realizar uma maior cobertura ao interior do estado nas atividades realizadas pelo instituto.

A notícia da aprovação ocorreu nesta quarta-feira, dia 3 de maio, após uma em Brasília (DF), entre o diretor-presidente do Ipem, Márcio André Brito, e representantes dos dois órgãos.

As regiões e suas respectivas sedes que receberão os escritórios regionais são: a Região do Alto Solimões, com sede em Tabatinga; a Região do Purus (Parte de Lábrea) com, sede em Lábrea; Região do Purus (Parte Boca do Acre) com sede em Boca do Acre; Região do Juruá, com sede em Eirunepé; Região do Madeira, com sede em Humaitá; Região do Alto Rio Negro, com sede em São Gabriel da Cachoeira; Região Metropolitana (parte do Rio Negro e Rio Purus), com sede em Manacapuru; Região Metropolitana (parte do Rio Amazonas), com sede em Itacoatiara; Região do Baixo Amazonas, com sede em Coari.

A implantação dos escritórios e da Base Fluvial tem o objetivo de promover o desenvolvimento econômico no interior do Amazonas, a concorrência justa, a certificação de produtos, bem como auxiliar no processo das barreiras técnicas para a exportação de produtos fabricados no interior do estado, além do controle de medição dos instrumentos de pesar e medir nas áreas de saúde, segurança e meio ambiente.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque

Leia mais

Usuários de planos de saúde podem se beneficiar com tratamento para Esclerose Múltipla

Avanço no direito dos pacientes proporciona acesso, pela rede privada de saúde, ao tratame…