O governador do Amazonas, David Almeida, acompanhado do secretário de Estado de Saúde (Susam), Wander Alves, esteve reunido, na manhã desta quinta-feira, dia 18, com o diretor do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), Ruben Alves Júnior, para verificar uma forma de ampliar a parceria do Estado com a unidade, colocando em prática o que está estabelecido no Plano Emergencial da Saúde, lançado ontem.

O objetivo geral da ampliação da parceria é, justamente, proporcionar que se atinja a principal meta do Plano: a redução de filas de pacientes em busca de consultas, de exames e de cirurgias, além da melhoria das condições de trabalho dos profissionais da saúde, o que ocasionará, também, a melhoria do atendimento nas unidades.

“Vim hoje aqui para que essa parceria entre o estado e Hospital Getúlio Vargas possa ser consolidado. Quero junto dos gestores das unidades de saúde buscar alternativas para que a gente possa dar, o mais rápido possível, uma resposta para a sociedade” afirmou o governador.

Nesta sexta-feira, dia 19, o governador deve ir a outras unidades de saúde da capital para reunir com os diretores. O objetivo é identificar as necessidades específicas de cada uma. “Assim vamos dar as condições necessárias para eles possam atuar da melhor maneira para o benefício tanto da população quanto dos profissionais”, ressaltou David Almeida.

Na ocasião, o governador revelou que pretende reunir com os representantes das cooperativas médicas, de enfermagem e de técnicos da saúde, para passar para eles a tranquilidade e a segurança de que o governo está trabalhando com a finalidade de solucionar os problemas relacionados a estes profissionais que prestam serviço para a saúde. “Queremos trazer para o diálogo estes profissionais, fazendo com que eles sejam motivados e participem desse processo de desenvolvimento do Plano Emergencial na Saúde, sabendo que o governo tem o compromisso de atender e resolver todas essas questões”, declarou.

O diretor do Hospital Getúlio Vargas, Ruben Alves Júnior, considerou que a reunião foi positiva. “A população pode esperar o máximo que o Hospital Getúlio Vargas pode oferecer dentro do plano proposto pelo governador. O projeto fila zero é muito bem-vindo, vai ser uma ação que vai ter grande resultado. Da nossa parte, o governo pode ter a certeza que faremos tudo o que for possível. Estaremos ao lado do Estado na execução desse Plano”, garantiu Rubens Alves Júnior.

Os detalhes do Plano Emergencial de Saúde foram revelados, em parte, durante o seu lançamento, ontem, na sede do Governo, na Compensa, zona Oeste de Manaus. Em relação ao HUGV, o Governo pretende dotar a unidade de mais condições para que absorva um número maior de pacientes que aguardam na fila de cirurgias. O HUGV foi recentemente reformado e ampliado, ganhou novos leitos e novas salas para realização de cirurgia.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Leia mais

Técnicos da Susam percorrem municípios, implementando as ações do plano de reconstrução da rede de saúde no interior

Os técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) já completaram este mês 18 municípios…