A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e o Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial no Estado do Amazonas (Sindarma) assinaram, nesta segunda-feira (15), um termo de cooperação técnica com o objetivo de dar mais segurança para as atividades fluviais no interior do Estado.

O documento foi assinado pelo secretário de Segurança, Sérgio Fontes, e o diretor-presidente do Sindarma, Galdino Alencar Júnior. Fontes explicou que o termo de cooperação irá beneficiar os municípios do interior do Estado, onde os registros apontarem maiores índices de roubos, furtos, receptação e desvios de combustíveis em regiões fluviais.

Conforme o protocolo, que estabelece como permanente a operação Ratos D’Água, serão realizadas operações policiais com apoio do Sindarma para coibir esses crimes. “Quem compra combustível fruto de roubo no interior pode estar cometendo o crime de receptação. O objetivo desse protocolo é também aumentar essa conscientização para coibir esse comércio ilegal de combustíveis, que fomenta os roubos”, disse Sérgio Fontes.

Caberá à SSP-AM monitorar as vias fluviais percorridas pelas embarcações, estabelecer bases de apoio operacional e coibir o comércio clandestino de combustível. “Essas modalidades criminosas, além de causar danos à economia regional, também colocam em risco os trabalhadores que operam os meios de transporte e contaminam o meio ambiente”, afirmou o secretário.

 


*Jornal de Humaitá – Com informações Assessoria de Comunicação da SSP-AM

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…