Politíca

Adjuto Afonso pede ao MPF que investigue recursos do Fundeb em Pauini

Foto: Divulgação
Adjuto Afonso pede ao MPF que investigue recursos do Fundeb em Pauini

O deputado Adjuto Afonso (PDT) solicitou na manhã desta quarta-feira (12) que o Ministério Público Federal (MPF) investigue a Prefeitura Municipal de Pauini (a 915 km de Manaus), quanto ao recurso repassado pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que totaliza R$ 4.820.722,94 nos últimos seis meses. O parlamentar recebeu denuncia de que até o momento as escolas da zona rural não deram início ao ano letivo.

“Nós estamos em julho, e aquelas crianças da zona rural até hoje não tiveram aulas. Fiquei muito preocupado, recebi várias reclamações de pais de alunos. Como é que um município que nem Pauini, que tem uma zona rural com escolas, até hoje não teve aulas nessas áreas? E, pasmem, a prefeita do município é uma professora na sede do município. Começou a sua carreira lá, e que hoje quando chegou à administração, trata a população dessa forma”, disse o deputado.

Repasse do Fundeb

O parlamentar explicou que teve acesso a um levantamento feito pelo deputado Serafim Correa (PSB) acerca dos recursos repassados aos municípios, e descobriu que Pauini recebeu nos primeiros meses deste ano um valor aproximado de R$ 5 milhões.

“Tive acesso a um levantamento e vi que o município de Pauini já recebeu nesses seis primeiros meses R$ 4.800 milhões, uma média de R$ 800 mil reais por mês. Não se sabe pra onde foi esse dinheiro, já que as escolas da zona rural não estão funcionando. Estou apresentando um requerimento ao Ministério Público Federal para que faça uma investigação o mais rápido possível”, informou Adjuto Afonso.

O deputado Adjuto Afonso, que é natural de Pauini, reforçou a situação crítica no interior do Estado na área da Educação. “Eu, como filho de Pauini, que fiquei muitas vezes nas barrancas do Purus, sei que naquele tempo se tinha uma preocupação de alfabetizar as pessoas. Hoje, com recursos do Fundeb, colocado à disposição da prefeitura, o órgão não faz isso. É triste, é lamentável. Espero que Ministério Público investigue e coloque o mais rápido essas pessoas que não tem compromisso com a população e que estão na administração do município, para cumprir o que diz a lei, que é usar o dinheiro do Fundeb em benefício dessas crianças e jovens da zona rural, que não têm condições de ter outro tipo de educação escolar, se não for via prefeitura, via governo federal”, finalizou o parlamentar.

Comentários

Comentários

Click to add a comment

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Leave a Reply

Politíca

More in Politíca

Dep. Cabo Maciel apresenta pauta de reividicação para Segurança Pública e Educação

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Comitiva Parlamentar realiza visita a BR-319

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Arlindo Junior é condecorado com Medalha de Ouro Cidade de Manaus na CMM

Jornal de Humaitá11 11America/Manaus novembro 11America/Manaus 2017

José Ricardo vai ao TCE, TCU e MPF pedir auditoria no Fundeb

Jornal de Humaitá11 11America/Manaus novembro 11America/Manaus 2017

Proposta visa prisão de motorista alcoolizado mesmo sem flagrante

Jornal de Humaitá9 09America/Manaus novembro 09America/Manaus 2017

David Almeida critica governo por terceirizar auditoria de contas do Estado

Jornal de Humaitá9 09America/Manaus novembro 09America/Manaus 2017

‘Dezembro Vermelho’ vai para sanção de Temer

Jornal de Humaitá6 06America/Manaus novembro 06America/Manaus 2017

Alessandra Campêlo propõe debate sobre situação de comunidades de Manacapuru

Jornal de Humaitá6 06America/Manaus novembro 06America/Manaus 2017

Cabo Maciel cobra planejamento e ações do Governo para combater os piratas

Jornal de Humaitá6 06America/Manaus novembro 06America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá