Em outubro, a EUROIMMUN abrirá sua fábrica própria na cidade de São Caetano do Sul

São Paulo, julho de 2017 – O laboratório alemão EUROIMMUN, líder mundial em diagnóstico autoimune e o único no Brasil a fazer exames de Chikungunya, comemora cinco anos de sua chegada ao país este mês. Durante o período, além da detecção de doenças tropicais, a empresa ofereceu diagnósticos autoimunes, de alergia, molecular, sorologia infecciosa e soluções em automação para diversos laboratórios, hospitais e universidades.

Entre os planos para o ano, está o de inaugurar sua nova fábrica na cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo, que contará com um centro de pesquisa e de desenvolvimento. De acordo com Gustavo Janaudis, CEO da filial brasileira, a meta é transformar o país em uma plataforma de desenvolvimento de produtos. “Da nossa fábrica sairão biochips* capazes de detectar doenças para o mercado internacional, por exemplo. Hoje, importamos e distribuímos 18 mil biochips por dia. Com a nova instalação, vamos produzir 40 mil e podemos até dobrar esse número na segunda fase de expansão”, conta.

Com a instalação da fábrica, a EUROIMMUN se tornará o maior fabricante do país de testes para dengue, zika e chikungunya. O local será inaugurado em outubro e tem um investimento inicial de R$ 8,5 milhões. No mês passado, as ações mundiais da empresa foram vendidas para a PerkinElmer pelo valor de U$ 1,3 bilhão. A negociação, porém, não traz nenhuma mudança aos planos brasileiros. “Considerando a não concorrência entre empresas, vislumbramos o potencial de compor portfólio em um futuro próximo a fim de oferecer soluções ainda mais completas aos nossos parceiros e amigos”, diz Janaudis.

A empresa é líder mundial em soluções para diagnóstico laboratorial. O portfólio de reagentes inclui mais de mil parâmetros de diagnóstico. A empresa foi fundada em 1987 em Lübeck na Alemanha e tem em seu quadro atual mais de 2400 funcionários em 16 países. Acesse: http://www.euroimmun.com.br/

*BIOCHIP = permite miniaturização extrema para combinação de mais de 30 diferentes tecidos, substratos celulares e antígenos purificados.

Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Deixe uma resposta

Verifique também

MPT encontra indícios de demissão discriminatória por idade na Estácio de Sá

Levantamento feito em uma lista de 77,8% dos professores dispensados mostra que eles têm m…